Fique por dentro

Fique por dentro - 03 maio 2021

PUCPR é uma das melhores Universidades privadas do Brasil

A instituição foi considerada também a melhor universidade privada do Paraná, de acordo com MEC

Pelo segundo ano consecutivo, a PUCPR está entre as melhores universidades do Brasil, segundo o Índice Geral de Cursos (IGC 2019), divulgado recentemente pelo Ministério da Educação (MEC) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O ranking contempla 91 universidades privadas, sendo que a instituição paranaense é a sétima colocada entre as universidades privadas brasileiras. No estado, ocupa a primeira colocação entre as instituições privadas.

O IGC é elaborado com base em uma média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação (Stricto Sensu) de cada instituição. O objetivo é sintetizar em um único indicador a qualidade dos programas de graduação, mestrado e doutorado das universidades do país. Os índices são baseados no desempenho dos estudantes e pesquisadores durante a jornada acadêmica, além de corpo docente, proposta pedagógica e infraestrutura oferecida aos discentes.

A PUCPR vem registrando crescimento no IGC desde 2012, quando ocupava a 45ª posição entre as privadas no mesmo ranking. Atualmente, as sete instituições privadas com melhor desempenho no IGC são (nesta ordem): PUC-RIO, PUCRS, PUCSP, UCB, UNISINOS, UNIVATES e PUCPR. Quando se analisa apenas a nota da Graduação que compõe o IGC, a PUCPR tem o 3º melhor desempenho entre as sete universidades de maior IGC, atrás apenas da UNIVATES e da UCB. No Paraná, entre todas as universidades, a PUCPR (3,289) obteve o 2º melhor desempenho – apenas 0,002 pontos atrás da primeira colocada, a UTFPR (3,291).

O avanço é reflexo do investimento realizado pela Universidade em um modelo diferenciado de aprendizagem, bem como em um projeto pedagógico inovador adotado nos últimos anos e que agora estão no “DNA de ensino” da instituição. A escala do IGC vai de 1 a 5 – a PUCPR recebeu nota 4.

“Não podemos dizer que o resultado nos surpreende. Afinal, a boa colocação da PUCPR no IGC de 2019 é resultado do esforço que a Universidade tem feito em pesquisa e na busca constante de todos os nossos colaboradores e estudantes por excelência e inovação. Estamos à frente de muitas instituições privadas tradicionais do país, de reconhecida qualidade e reputação nacional. Isso é reflexo de muito trabalho e dedicação e queremos seguir evoluindo”, afirma Renata Werneck, pró-reitora de graduação da PUCPR.

Formação diferenciada

A PUCPR acredita que o papel de uma instituição de ensino superior é formar não apenas profissionais competentes, mas cidadãos que farão, efetivamente, a diferença na sociedade. Esse papel é ressaltado pelos valores Maristas que norteiam a Universidade, que abarcam não somente competências técnicas, mas valores como solidariedade, simplicidade e espírito de família.

No projeto pedagógico da PUCPR, o estudante é colocado como protagonista do processo de aprendizagem, enquanto o professor é o mediador desse processo e a sala de aula deixa de ser um mero espaço físico para se tornar um universo de possibilidades. A instituição aposta em um modelo de educação que prevê a capacitação global dos estudantes, a fim de proporcionar uma forma de educar compatível com os avanços tecnológicos e a revolução do conhecimento.

Reconhecimento internacional

Recentemente, a Universidade também foi destaque em um dos principais rankings universitários internacionais, o da revista britânica Times Higher Education (THE). Na edição de 2021 do estudo Times Higher Education Emerging Economies University, que avaliou as melhores universidades dos países com economia emergente, a PUCPR foi considerada a melhor instituição do Paraná. A instituição também foi a única privada do estado a figurar entre 52 universidades brasileiras listadas.

De acordo com o ranking, a PUCPR é líder em pesquisa científica no Paraná. A universidade investiu massivamente em pesquisa nos últimos anos, pois considera esse ponto uma prioridade. Como uma instituição católica, a PUCPR vê a pesquisa como parte da busca humana pela verdade.