O que é

O TANAHORA é um grupo de teatro universitário, promovido pela PUCPR no Câmpus Curitiba. Atuante desde 1980, com significativa representação no cenário nacional, o TANAHORA auxilia a formação acadêmica e social de seus integrantes pois se fundamenta no princípio de que a arte é essencial na renovação da intelectualidade e da vida plena e cidadã em comunidade.

Participe do Tanahora

Todo estudante da PUCPR, que ainda tenha mais de um ano a cursar na Instituição, pode participar do Grupo de Teatro TANAHORA. Para isso, basta se inscrever ao processo de seleção que deverá acontecer no mês de junho de 2020. O edital será disponibilizado no site já em maio do próximo ano.

Nas datas estipuladas, os interessados deverão participar de testes de interpretação, improvisação, ritmo, voz, desenvoltura e expressão corporal. As atividades do grupo (com treinamentos de voz, corpo e interpretação) acontecem sempre aos sábados e domingos à tarde, e iniciarão efetivamente no segundo semestre letivo.

O estudante, durante sua permanência no Grupo, a exemplo do que ocorre no Coral Champagnat e na Orquestra Experimental, recebe uma bolsa estímulo em forma de desconto na sua mensalidade.

 

Confira os candidatos aprovados

EDITAL DE INSCRIÇÃO

Histórico

O TANAHORA tem em seu currículo vários espetáculos, com textos clássicos, populares e contemporâneos, buscando sempre atingir o maior número de pessoas com um trabalho de excelência, o que já lhe valeu inúmeras premiações Brasil afora em dezenas de festivais. Shakespeare, Molière, Sartre, Pirandello, Naum Alves de Souza, Luis Alberto de Abreu e outros tantos autores já foram levados ao palco pelo Grupo em memoráveis montagens!

Nos seus anos iniciais, esteve sob a direção de Lineu Portela. Laercio Ruffa, o diretor que o sucedeu em 1988, esteve à frente do Grupo por vinte e cinco anos. Chico Nogueira, profissional paranaense, conduz os trabalhos desde 2014.

Momento atual

O TANAHORA conta atualmente com dez integrantes. Desde junho de 2019, para festejar o quadragésimo aniversário de sua existência, prepara a montagem da peça teatral Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, exatamente o mesmo texto que deu início ao Grupo no ano de 1980.