PROUNI

O PROUNI é um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que concede bolsas de estudo integrais (100%) e parciais (50%) a estudantes brasileiros, sem diploma de nível superior, em cursos de graduação de instituições privadas de ensino superior.

Você pode ser um dos contemplados com a bolsa de estudos do PROUNI, com 100% ou 50% de bolsa até o final do seu curso, desde que ingresse pelo PROUNI e atenda semestralmente às regras de aproveitamento acadêmico determinadas pelo MEC.

Podem se inscrever no PROUNI os candidatos que não possuem diploma de curso superior e que tenham participado do Enem do ano anterior e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame, e nota acima de zero na redação.

Para acessar o edital com todas as portarias normativas, clique aqui.

Pré-selecionados Lista de Espera

CuritibaLondrinaMaringáToledo

 

Entrega de Documentação

Em consequência da pandemia do novo Corona Vírus (Covid-19), e dos editais nº 22 e nº 23 publicados pelo Ministério da Educação (MEC) em 18/03/2020, os quais prorrogam o período da lista de espera dos dois programas por tempo indeterminado, comunicamos que a partir do dia 19/03,  o recebimento da documentação e os resultados estarão suspensos por prazo indeterminado, até a normalização das atividades acadêmicas.

Solicitamos aos candidatos o acompanhamento das notícias nos sites oficiais do ProUni e da PUCPR quanto a eventual abertura de prazo para entrega de documentação.

Conforme portaria do MEC, a entrega da documentação para concorrência na Lista de espera não configura reserva de vaga. Para cada curso e turno existe uma classificação para determinado número de vagas. O candidato não classificado por nota, dentro do número de vagas ofertadas (curso/turno a qual manifestou interesse) terá o seu processo reprovado por inexistência de vagas, não havendo necessidade nestes casos de assinatura de termo.

2ª chamada

 

CuritibaLondrinaMaringáToledo

 

Processo de matrícula para os bolsistas aprovados do ProUNI:

  • Para efetivar a matrícula siga as instruções clicando aqui
  • Para alunos com bolsa 100%: Seguir os passos 1 – 2 – 3 – 5
  • Para alunos com bolsa 50%: Seguir os passos 1 – 2 – 3 – 4 – 5

As datas para a entrega da documentação serão do dia 16/03 até 30/03 no SIGA.

  • 16/03 – Escola de Arquitetura e Design;
  • 17 e 18 /03 – Escola de Comunicação e Artes;
  • 19 e 20/03 – Escola de Ciências da Vida;
  • 23, 24 e 25/03 – Escola de Educação e Humanidades;
  • 26 e 27/03 – Escola Politécnica;
  • 30/03 – Escola de Negócios;
  • 31/03 – Escola de Medicina | Escola de Direito | American Academy.

Documentação necessária para matrícula:

1

Cédula de identidade – original e uma fotocópia legível, frente e verso na mesma folha;

2

Fotocópia legível da Certidão de Nascimento ou Casamento;

3

CPF (original e uma fotocópia legível, frente e verso na mesma folha) ou documento que contenha o número do CPF (original e uma fotocópia legível, frente e verso na mesma folha);

4

Comprovante de escolaridade do Ensino Médio – original e fotocópia legível do histórico escolar do Ensino Médio, constando o certificado de conclusão do curso ou original e fotocópia legível do diploma de curso profissionalizante de Ensino Médio, devidamente registrado na Secretaria
de Estado da Educação. O candidato que cursou o Ensino Médio ou equivalente no exterior deve apresentar documento que comprove equivalência de curso emitido pelo órgão competente;

5

Contrato de prestação de serviços educacionais assinado.

O MEC publicou o EDITAL Nº 71, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2019 que trata do processo seletivo do ProUni para o 1° Semestre de 2020.

Foram oferecidas 1152 vagas ProUni na PUCPR, sendo 1107 integrais e 45 parciais para todos os campus (Curitiba, Londrina, Maringá, Toledo e Graduação Online). As inscrições ocorrerão diretamente no site do ProUni (http://siteprouni.mec.gov.br),no período de 28/01 à 01/02 de 2020.
Abaixo o cronograma das etapas do processo:

1ª CHAMADA
04/02 – Divulgação da listagem dos candidatos pré-selecionados;
*05/02 a 11/02 – Prazo para comprovação das informações;
17/02 – Resultado final dos aprovados;

* Excepcionalmente na 1ª chamada haverá atendimento no dia 08/02 (sábado) das 08:00 as 11:00 horas.

2ª CHAMADA
18/02 – Divulgação da listagem dos candidatos pré-selecionados;
19/02 a 28/02 – Prazo para comprovação das informações;
05/03 – Resultado final dos aprovados;

LISTA DE ESPERA
06/03 a 09/3 – Prazo do candidato para manifestar interesse na página http://siteprouni.mec.gov.br/;
12/03 – Divulgação da listagem dos candidatos que manifestaram interesse;
13/03 a 20/03 – Prazo para comprovação das informações;
25/03 – Resultado final dos aprovados;

IMPORTANTE: Leitura complementar para entendimento do edital, PORTARIA NORMATIVA Nº 1, DE 2 DE JANEIRO DE 2015.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa; para as bolsas parciais, o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, o candidato deve satisfazer a pelo menos uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola;
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos não há requisitos de renda.

 

A inscrição é gratuita, ocorre todo semestre e é efetuada exclusivamente pela internet, no site do governo http://siteprouni.mec.gov.br/.

O estudante, seja bolsista integral ou parcial, para se manter no Prouni, deverá ser aprovado em, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo. Exemplificando: um estudante que cursa quatro disciplinas em um período letivo, deverá ser aprovado em, pelo menos, três disciplinas, o que representa um percentual de aprovação de 75%. Caso seja aprovado em apenas duas disciplinas, poderá ter a sua bolsa encerrada, visto que totalizou somente 50% de aproveitamento. Neste caso, o coordenador do Prouni, juntamente com os professores responsáveis pelas disciplinas em que houve reprovação, poderá analisar as justificativas apresentadas pelo estudante para o rendimento acadêmico insuficiente e autorizar, por duas vezes, a continuidade da bolsa.

Veja outros exemplos na tabela a seguir:

Nº de disciplinas cursadas no último período letivo Nº de disciplinas em que deve haver aprovação
1 1
2 2
3 3
4 3
5 4
6 5
7 6
8 6
9 7
10 8

O que é o Prouni?

É um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudos integrais e parciais de 50% para cursos de graduação e sequenciais em instituições de educação superior privada, destinado a estudantes brasileiros, sem diploma de nível superior.

Quando abre inscrição para o ProUni?

Os candidatos podem se inscrever duas vezes por ano. O calendário é definido pelo MEC. A inscrição será efetuada exclusivamente pela internet, disponível nas páginas eletrônicas do Ministério da Educação.

Posso participar do ProUni sem ter feito o Enem?

Não. O Programa Universidade para todos (ProUni) oferta bolsas de estudo integrais e parciais de 50% usando como critério de seleção o desempenho do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Portanto, não é possível se inscrever no programa sem que o candidato tenha feito o exame.

Posso usar qualquer edição do Enem?

Para concorrer a oferta inicial de bolsas que acontece todo semestre são aceitas somente as notas do último exame. Já para vagas remanescentes, são aceitas notas de exames feitos a partir de 2010.

Qual é a relação entre o Prouni e o Enem?

Só pode se candidatar ao Prouni, referente ao primeiro semestre de 2020, o estudante que tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 e alcançado no mínimo 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos na média das cinco notas (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação). O candidato deve ainda ter obtido nota superior a zero na redação. Não são consideradas as notas obtidas nos exames anteriores. Os resultados do Enem são usados como critério para a distribuição das bolsas de estudos, isto é, as bolsas são distribuídas conforme as notas obtidas pelos estudantes no Enem.

Que nota tenho que tirar no Enem para participar do ProUni?

Para participar de qualquer edição do ProUni é necessário que a média das notas nas provas do Enem seja igual ou superior a 450 pontos, sem ter zerado a redação. Para calcular a média, basta somar as notas das cinco provas (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Redação, Ciências da Natureza e Ciências Humanas) e dividir o resultado por cinco.

Quem já tem curso superior pode participar do ProUni?

Não. Podem participar do ProUni somente estudantes que ainda não possuam diploma de curso superior.

Basta fazer o Enem para se candidatar a uma bolsa do Prouni?

Não, além de ter participado do Enem 2019 e obtido a nota mínima estabelecida pelo MEC, é preciso que o estudante tenha renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos e satisfaça uma das condições abaixo:

  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública; ou
  • ter cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição; ou
  • ter cursado todo o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral na instituição privada; ou
  • ser pessoa com deficiência; ou
  • ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Nesses casos a renda não é considerada.

Quais os tipos de bolsa oferecidos pelo Prouni?

  • Bolsa integral: para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio.
  • Bolsa parcial de 50%: para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos.

 

 

É possível escolher qualquer curso em qualquer instituição?

Sim, desde que a instituição escolhida seja participante do Prouni. Ao fazer sua inscrição, o candidato escolhe as opções de curso, turno e instituição de ensino superior, dentre as disponíveis conforme seu perfil socioeconômico.

O Prouni reserva cotas para afrodescendentes, indígenas e para as pessoas com deficiência?

Sim, o Prouni reserva bolsas às pessoas com deficiência e aos autodeclarados indígenas, pardos ou afrodescentes O percentual de bolsas destinadas aos cotistas é igual àquele, em cada Estado, segundo o último censo do IBGE. Vale lembrar que o candidato cotista também deve se enquadrar nos demais critérios de seleção do Prouni.

Como calcular a renda familiar por pessoa?

A renda familiar por pessoa é calculada somando-se a renda bruta dos componentes do grupo familiar e dividindo-se pelo número de pessoas que formam este grupo familiar. Se o resultado for até um salário mínimo e meio, o estudante poderá concorrer a uma bolsa integral. Se o resultado for maior que um salário mínimo e meio e menor ou igual a três salários mínimos, o estudante poderá concorrer a uma bolsa parcial de 50%.

Entende-se como grupo familiar a unidade nuclear composta por uma ou mais pessoas, eventualmente ampliada por outras pessoas que contribuam para o rendimento ou tenham suas despesas atendidas por aquela unidade familiar, todas moradoras em um mesmo domicílio.

Como faço para obter mais informações sobre o ProUni?

Acesse o site http://prouniportal.mec.gov.br/index.php  e acompanhe regularmente o site do ProUni na PUCPR