PUC Carreiras

O PUC Carreiras é um setor exclusivo para atender todas as demandas de estágios, empregos e empreendedorismo dos estudantes da PUCPR e do mercado.

Tem como principal objetivo capacitar integralmente alunos e ex-alunos de Graduação e Pós-Graduação para o planejamento e autogerenciamento de carreira, o que reflete em maior sucesso na vida pessoal e profissional. A área busca continuamente parcerias com empresas renomadas, que garantem o acesso rápido às oportunidades e tendências do mercado de trabalho.

O Núcleo de Estágios, integrado ao PUC Carreiras, tem como objetivo garantir que os alunos da PUCPR estejam em sintonia com a legislação atual que exige o estágio como aprendizagem e complementação pedagógica.

No portal do PUC Carreiras disponibilizamos vagas, documentos para estágios, área exclusiva para o cadastro de vagas e para consulta de currículos pelas empresas.

| Serviços de Carreira

Atendimento pessoal: Segunda a sexta, das 9h as 17h (preferencialmente com horário agendado)

Local: Térreo do prédio Administrativo

E-mail: puc.carreiras@pucpr.br

Telefones: (41) 3271-1130, (41) 3271-2664

| Estágios

Atendimento pessoal: Segunda a sexta, das 9h as 19h30

Local: Térreo do prédio Administrativo

E-mail: estagios@pucpr.br

Telefones: (41) 3271-2255, (41) 3271-2220, (41) 3271-1151

Cadastre aqui seu currículo e busque vagas disponíveis para a sua área.

Núcleo de Estágios

Núcleo de Estágios tem como objetivo garantir que os alunos da PUCPR estejam em sintonia com legislação atual que exige o estágio como aprendizagem e complementação pedagógica. Em outras palavras, o aluno deve efetivamente ter uma prática profissional alinhada aos conhecimentos do seu curso de graduação. Neste sentido, nossa área de Estágio é bem criteriosa na análise da documentação, nos prazos de assinatura de contrato, na escolha de empresas conveniadas e nas parcerias com os agentes de integração. Eventuais dúvidas deverão ser direcionadas aos colaboradores dos Serviços de Estágios nos telefones: (41) 3271-2220 ou 3271-2255.

Diferença entre estágio obrigatório e não obrigatório

Estágio Não Obrigatório: é definido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. Deve constar no projeto pedagógico do curso.

Estágio Obrigatório: é o que consta no projeto pedagógico do curso e para a obtenção do diploma a carga horária definida deve ser cumprida pelo aluno. Se você vai iniciar um estágio obrigatório, todo o tramite de documentos deve ser feito na secretaria da Escola.

Confira os passos para iniciar o ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

1

Encontre uma vaga e participe do processo seletivo.

2

Após aprovação, siga as instruções iniciais e entregue o contrato em pelo menos 3 vias (pode ser fornecido pela empresa, pelo agente integrador ou pela PUCPR (Confira a lista de documentos abaixo)

OBS. O contrato é um documento importante para sua carreira, além de ser obrigatório pela Lei do Estágio. Cada uma das partes ficará com uma via. Guarde a sua com cuidado, você pode precisar dela.

3

Colete as assinaturas no contrato na seguinte sequencia: Empresa, Estudante, Coordenador do curso, PUC Carreiras.

4

Leve os documentos até o PUC Carreiras. Atenção, você deve garantir que os documentos estejam assinados e carimbados de acordo com as instruções.

5

Documentos aprovados, você poderá retirá-los em até 3 dias úteis e iniciar o estágio. Toda a documentação deverá ser finalizada em até 10 dias após a data de início do Termo de Compromisso (contrato). Após este período, deve ser gerado novo contrato com data atualizada e o processo reiniciado. Não serão aceitos documentos com data retroativa.

Atenção: em caso de pendência, você será orientado a reiniciar o processo.

| ALTERANDO O ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO:

Qualquer alteração no estágio como horário, supervisão, atividades ou bolsa, deverá gerar um TERMO ADITIVO para atualização do contrato.

Para renovação do tempo de estágio também será necessário gerar o termo. A renovação pode ser semestral ou anual, desde que não ultrapasse o prazo máximo de 2 anos.

O termo aditivo pode ser apresentado no modelo da empresa, agente integrador ou da PUCPR, deve ser assinado em 3 vias pela empresa e estudante, e entregue para assinatura e arquivo no PUC Carreiras.

 

| MANUTENÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO – Relatório de atividades

A cada 6 meses é obrigatório que o estudante apresente ao Puc Carreiras em 3 vias o relatório de atividades assinado pelo estudante, empresa (supervisor) e entregue para assinatura e arquivo no PUC Carreiras.

 

| ENCERRANDO O ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Quando houver desligamento do estágio, por qualquer motivo, o estudante deverá providenciar o Termo de Realização de Estágio (Rescisão) e Relatório de atividades em 3 vias, com a assinatura do estudante, empresa e entregue para assinatura e arquivo no PUC Carreiras.

Existem regras para alunos calouros e alguns cursos possuem regras especiais, verifique se o seu está entre eles ( Todos os projetos pedagógicos estão disponíveis na página de seu curso)

Restrições definidas no PPC dos cursos
Bacharelado em Sistemas de Informação, a partir do 2º período
Engenharia Química, a partir do 2º período
Psicologia, a partir do 2º período
Serviço Social, a partir do 3º período.

Restrições definidas pelo Conselho dos cursos
Fisioterapia – a partir do 7º período – Resolução 432 de 27/09/13 do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Jornalismo – a partir do 5º período (50% de conclusão do curso) – Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Convenção Coletiva 2016/2017)
Odontologia – a partir do 5º período – Conselho Federal de Odontologia

Calouros
O curso permitir a partir do 1º período
Deverá ter frequência mínima de 30 dias antes de iniciar o estágio
Excepcionalmente: Calouro com capacitação técnica e/ou experiência anterior na área, a coordenação de curso deverá avaliar a solicitação e emitir declaração justificando a aprovação em 2 vias assinadas e carimbadas, uma via para a Unidade Concedente/Agente de Integração liberar o termo de compromisso e outra via deverá para a PUC junto com o termo de compromisso. Obs.: No protocolo descrever exceção mediante a aprovação do coordenador de curso.

A data de início do estágio para calouro após a aprovação em caráter de exceção, não poderá ser antes do início das aulas, conforme previsto na Lei nº 11.788/2008 (Lei de Estágio), Art. 3 § I.

Intervalo entre aula e estágio:
Segundo a Lei do Estágio, deve ser mantido o intervalo entre as aulas e o início do estágio, garantindo que as atividades acadêmicas não sejam comprometidas.

Preenchimento dos documentos:
Verifique se as datas e horários estão iguais em todos os documentos, em caso de divergência seu processo será indeferido.

ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

| Termo de compromisso (Contrato)

Primeiro Estágio: Os documentos serão aceitos somente com todas as assinaturas e carimbos: empresa, agente integrador (quando houver) e coordenação de curso. A duração do Termo pode ser de 12 ou 6 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses.
Assinatura do Supervisor (empresa) – quando não corresponder a área, o estudante deverá apresentar declaração emitida pela coordenação de curso.

Demais Estágios: Caso exista alguma pendência de documentação de estágios anteriores, seu novo estágio será liberado somente após a regularização da mesma. Você mesmo pode consultar e acompanhar seu protocolo no sistema Iger.
Analisar documentação anterior (Iger), em caso de pendências solicitar regularização, somente aceitar Termo atual sem pendências anteriores

| Termo Aditivo
Qualquer alteração no seu estágio vai gerar um Termo aditivo. É um documento vinculado ao Contrato, contendo alterações: prorrogação, carga horária, valor da bolsa, horário de estágio e/ou atividades

| Termo de Realização de Estágio (Rescisão)
Receber junto com a rescisão o Relatório Final de atividades

| Relatório de atividades
Deve ser entregue a cada semestre para no PUC Carreiras contendo a assinatura do supervisor e coordenador do curso.

 

DOCUMENTOS ESTÁGIO

Portal de Empregabilidade

O Portal de Empregabilidade da PUC Carreiras permite aos estudantes cadastrarem os seus currículos, que serão vistos pelas empresas conveniadas. Os estudantes podem, ainda, visualizar e se candidatar às vagas em aberto de estágio, trainee e efetivo das mesmas.

Lembre-se do cuidado com as informações divulgadas no currículo, afinal ele será o seu cartão de visitas e, consequentemente, um diferencial em relação aos demais candidatos. Quando as informações estão completas, há mais chances de você ser acessado pela empresa.

Caso esta seja a sua primeira busca de estágio ou emprego, preencha os dados cadastrais com a mesma seriedade, independente da falta de experiência anterior, muitas empresas buscam alunos que estão iniciando a sua vida acadêmica. Nestas situações há a valorização da atitude positiva diante de um novo desafio e a vontade de aprender.

Cadastre aqui seu currículo e busque vagas disponíveis para a sua área.

 

Para os estudantes que encontram-se com dificuldades de inserção no mercado de trabalho ou nunca trabalharam anteriormente, a PUC Carreiras oferece o serviço de Atendimento Especializado Personalizado.

O objetivo é orientar principalmente quanto ao autoconhecimento que permite identificar as potencialidades e diferenciais, além das limitações a serem desenvolvidas, otimizando os resultados durante a participação em processos seletivos.

Há também orientação quanto aos temas que geram dúvida por parte dos estudantes e egressos. Exemplos mais comuns são a postura durante o processo e eventual insegurança para disputar determinada vaga.

Autodiagnóstico

A PUC Carreiras e o Observatório de Empregabilidade da PUCPR oferecem a ferramenta online de autoavaliação de empregabilidade, seu objetivo é proporcionar aos estudantes um instrumento de auto diagnóstico sobre seus pontos fortes e oportunidades de melhorias em relação a conhecimentos, habilidades e atitudes importantes para a maior atratividade de um profissional no mercado de trabalho atual. Faça sua autoavaliação de empregabilidade acessando o questionário no link abaixo e desenvolva seu planejamento de carreira o quanto antes e obtenha melhores resultados profissionais.
Autodiagnóstico

As Palestras e Visitas oferecidas pela PUC Carreiras visam promover o acesso a informações interessantes e exclusivas no cenário do mundo do trabalho, possibilitando um pensar e refletir crítico diante da diversidade das demandas externas de cada contexto organizacional.

Aprimore a sua network e a sua empregabilidade participando das palestras e visitas que são oferecidas ao longo de todo ano. A agenda é divulgada através do Eureka e também pelos professores representantes da PUC Carreiras nas diferentes escolas da PUCPR.

 

Fórum de Carreiras

Evento Anual que ocorre sempre no segundo semestre. Durante três dias, os estudantes são convocados a refletir sobre as suas carreiras, assistindo a palestras e workshops com empresas e profissionais renomados do mercado de trabalho.

A cada ano, a PUC Carreiras propõe temas específicos de reflexão para que os estudantes possam evoluir e desenvolver sempre em novas competências.

Fique conectado! Amplie a sua rede de contatos! Supere seus limites! Aprenda sempre!

Dicas de Empregabilidade

AnteriorPróximo

Como construir um currículo

Como se portar adequadamente em entrevistas e dinâmicas de grupo

Etiqueta nas mídias sociais

Intercâmbio como enriquecimento do currículo

O que é estágio?

Segundo a nova Lei, estágio é “ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos”. Estes educandos devem ser alunos de Educação Superior, Educação Profissional, Ensino Médio, Educação Especial e dos anos finais do Ensino Fundamental (na modalidade profissional da Educação de Jovens e Adultos).

Qual a diferença entre estágio obrigatório e não obrigatório?

O estágio obrigatório é um requisito para obtenção do diploma e não precisa oferecer bolsa e auxílio-transporte ao estagiário. O estágio não obrigatório é uma atividade optativa e deve sempre oferecer bolsa e auxílio transporte para o estagiário.

Eu posso estagiar?

Você pode estagiar se for aluno de: instituições de Educação Superior, Educação Profissional, Ensino Médio, Educação Especial ou de anos finais do Ensino Fundamental (na modalidade profissional da Educação de Jovens e Adultos).

Em dias de prova pode haver redução da jornada?

Sim. A instituição de ensino deve comunicar o concedente do estágio, no início do período letivo, as datas de realização de avaliações escolares ou acadêmicas. Nos períodos de avaliação, a carga horária do estágio será reduzida à metade, segundo estipulado no Termo de Compromisso de Estágio.

Qual o limite da carga horária diária dos estagiários?

– 4 horas diárias e 20 horas semanais para estudantes de Educação Especial e dos anos finais do Ensino Fundamental (modalidade profissional de Educação de Jovens e Adultos);

– 6 horas diárias e 30 horas semanais para estudantes do Ensino Superior, da Educação Profissional de nível médio e do Ensino Médio regular;

– 8 horas diárias e 40 horas semanais para estágios de cursos que alternam teoria e prática, nos períodos em que não estão programadas aulas presenciais, desde que esteja previsto no projeto pedagógico do curso e da instituição de ensino.

O que é necessário para oficializar o estágio?

São três as exigências:
1) o estudante deve ter matrícula e frequência regular em seu curso;
2) deve haver um Termo de Compromisso assinado pelo estudante, pelo concedente do estágio e pela instituição de ensino;
3) deve haver compatibilidade entre as atividades desenvolvidas no estágio e aquelas previstas no termo de compromisso.

O que é o Termo de Compromisso?

É o acordo celebrado entre educando, parte concedente do estágio e instituição de ensino. Ele deve prever as condições de adequação do estágio à proposta pedagógica do curso, à etapa e modalidade da formação escolar do estudante e ao horário e ao calendário escolar. O Termo pode ser rescindido unilateralmente, por qualquer de seus signatários, a qualquer momento.

Quais informações devem constar do Termo de Compromisso? 

1) dados de identificação das partes, inclusive cargo e função do supervisor do estágio da parte concedente e do orientador da instituição de ensino;

2) as responsabilidades de cada uma das partes;

3) objetivo do estágio;

4) definição da área do estágio;

5) plano de atividades com vigência;

6) a jornada de atividades do estagiário;

7) a definição do intervalo na jornada diária;

8) vigência do Termo de Compromisso;

9) motivos de rescisão;

10) concessão do recesso dentro do período de vigência do Termo de Compromisso;

11) valor da bolsa;

12) valor do auxílio-transporte;

13) concessão de benefícios;

14) o número da apólice e a companhia de seguros.

Estagiário tem vínculo empregatício com o concedente do estágio?

Não. Estágio não caracteriza nenhum tipo de vínculo empregatício, desde que observados os requisitos legais. O estagiário não tem direito aos encargos sociais, trabalhistas e previdenciários.

Quem pode contratar estagiário?

Pessoas jurídicas de direito privado e os órgãos da administração pública ligados à União, aos Estados e aos Municípios. Também podem contratar estagiários os profissionais liberais de nível superior devidamente registrados em seus respectivos conselhos de fiscalização profissional.

Quais são as obrigações de quem contrata estagiário?

1) celebrar termo de compromisso com a instituição de ensino e o educando, zelando por seu cumprimento;

2) ofertar instalações que tenham condições de proporcionar ao educando atividades de aprendizagem social, profissional e cultural;

3) indicar um funcionário (com formação ou experiência profissional na área do curso do estagiário) para orientar e supervisionar até dez estagiários simultaneamente;

4) contratar seguro contra acidentes pessoais para o estagiário (tratando-se de estágio obrigatório, a responsabilidade pela contratação do seguro poderá ser da instituição de ensino);

5) quando o estagiário deixar o cargo, entregar termo de realização do estágio com indicação resumida das atividades desenvolvidas, dos períodos e da avaliação de desempenho;

6) manter à disposição da fiscalização documentos que comprovem a relação de estágio;

7) enviar à instituição de ensino, a cada seis meses, relatório de atividades que deve ser lido pelo estagiário obrigatoriamente.

8) Oferecer bolsa e auxílio transporte para quem faz estágio não obrigatório;

9) definir o valor e a forma de pagamento da bolsa e dos auxílios devidos ao estagiário, quando for o caso.

A parte concedente pode oferecer benefícios opcionais ao estagiário?

A empresa pode, voluntariamente, conceder outros benefícios, como alimentação e plano de saúde. Mas isso não pode descaracterizar a natureza do estágio.

Quais são as obrigações das instituições de ensino?

1) celebrar termo de compromisso com o educando (ou com seu representante ou assistente legal quando ele for absoluta ou relativamente incapaz) e com a parte concedente, indicando as condições de adequação do estágio à proposta pedagógica do curso, à etapa e modalidade da formação escolar do estudante e ao horário e calendário escolar;

2) avaliar as instalações do concedente do estágio e sua adequação à formação cultural e profissional do educando;

3) indicar professor orientador, da área a ser desenvolvida no estágio, como responsável pelo acompanhamento e avaliação das atividades do estagiário;

4) exigir do educando a apresentação periódica, em prazo não superior a seis meses, de relatório das atividades;

5) zelar pelo cumprimento do termo de compromisso e, quando ele for descumprido, reorientar o estagiário para outro local;

6) elaborar normas complementares e instrumentos de avaliação dos estágios de seus educandos;

7) comunicar à parte concedente do estágio, no início do período letivo, as datas de realização de avaliações escolares ou acadêmicas.

Quais são as obrigações do estagiário? 

1) apresentar, a cada seis meses, um relatório das atividades executadas no estágio à instituição de ensino;

2) cumprir os horários e atividades estabelecidas no estágio.

As faltas do estagiário podem ser descontadas da bolsa-estágio?

Sim. Ausências eventuais, devidamente justificadas, poderão ser objeto de entendimento entre as partes (poderão ou não gerar desconto). Ausências constantes, no entanto, poderão gerar a iniciativa da parte concedente para a rescisão antecipada do contrato.

O estagiário deve sempre ser remunerado?

Para o estágio não obrigatório é obrigatória a concessão de bolsa ou outra forma de contraprestação, bem como a concessão de auxílio-transporte. Para o estágio obrigatório, a concessão de bolsa (ou outra forma de contraprestação) e auxílio-transporte é facultativa.

Estagiário tem direito a auxílio-transporte?

É opcional quando se tratar de estágio obrigatório e obrigatório quando for estágio não obrigatório. Esse auxílio é financeiro (para auxiliar nas despesas de deslocamento do estagiário no percurso até o local de estágio e retorno) e pode ser substituído por transporte próprio da empresa, sendo que ambas as alternativas deverão constar do Termo de Compromisso.

Estrangeiros podem estagiar?

Sim. Estudantes estrangeiros regularmente matriculados em cursos superiores no Brasil, autorizados ou reconhecidos, podem se candidatar ao estágio, desde que o prazo do visto temporário de estudante seja compatível com o período de desenvolvimento das atividades.

Como são estabelecidas as folgas do estagiário?

As partes devem regular a questão de comum acordo no Termo de Compromisso de Estágio. Recomenda-se observar período suficiente à preservação da higidez física e mental do estagiário e respeito aos padrões de horário e de alimentação – lanches, almoço e jantar. O período de intervalo não é computado na jornada.

Qual o período de duração do estágio?

O estagiário pode ficar no mesmo estágio por até dois anos. Portadores de deficiência podem renovar o contrato por mais tempo.

Estagiário tem direito a férias?

Sim. A cada doze meses o estagiário deverá ter um recesso de 30 dias (contínuos ou fracionados), conforme estabelecido no Termo de Compromisso. O recesso ocorrer, preferencialmente, durante o período de férias escolares e de forma proporcional em contratos com duração inferior a 12 meses. Se o estagiário recebe bolsa ou outra forma de contraprestação, o recesso deve ser remunerado.

Estagiário tem direito a seguro contra acidentes pessoais? 

Sim. O seguro deve cobrir acidentes pessoais ocorridos com o estudante durante o período de vigência do estágio, 24 horas por dia, no território nacional. Ele também cobre morte ou invalidez permanente (total ou parcial), provocadas por acidente. O valor da indenização deve constar do Certificado Individual de Seguro de Acidentes Pessoais e deve ser compatível com os valores de mercado.

Quantos estagiários alguém pode contratar?

Não há limites de estagiários de nível médio profissional e superior. Para os outros estagiários há os seguintes limites:

– Um estagiário para concedentes que têm de um a cinco empregados;

– Até dois estagiários para quem tem de seis a dez empregados;

– Até cinco estagiários para quem tem de onze a vinte e cinco empregados;

– Até vinte por cento do quadro funcional pode ser de estagiários quando o contratante tem mais de vinte e cinco empregados.

O cálculo é realizado para cada filial do contratante e, se resultar em fração, poderá ser arredondado para cima.

Quantas vagas são asseguradas para pessoas com deficiência?

São reservadas 10% das vagas oferecidas em estágio para ensino médio não profissionalizante, escolas especiais e anos finais do ensino fundamental para pessoas com deficiência.

Qual a penalidade para o contratante que viola a Lei do Estágio?

Manter estagiários em desacordo com a lei caracteriza vínculo empregatício do estudante com o concedente. Quem reincide no descumprimento da lei fica impedido de receber estagiários por dois anos.

Agentes de integração entres escola e empresa podem cobrar taxas do estudante? 

Não. Eles não podem cobrar nenhum tipo de taxa a título de remuneração pelos serviços prestados aos estudantes.

Agentes de integração podem sofrer penalidades?

Eles serão responsabilizados civilmente se indicarem estagiários para atividades não compatíveis com o curso e se indicarem estagiários que frequentam cursos em instituições de ensino para as quais não há previsão de estágio curricular.