O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), que tem como objetivo despertar vocação científica e incentivar novos talentos entre estudantes de graduação, é uma das opções de Iniciação Científica na Universidade. Na modalidade, os estudantes aprendem técnicas e métodos de pesquisa e desenvolvem um pensamento científico.

Os estudantes indicados recebem bolsa por 12 meses (agosto a julho), período em que devem desenvolver as atividades de pesquisa definidas pelo professor orientador no plano de trabalho. Os resultados da pesquisa devem ser apresentados durante o SEMIC, sendo publicados online. Na PUCPR, o programa é financiado pelo CNPq, Fundação Araucária e pela própria Universidade.

Além do próprio desenvolvimento acadêmico e pessoal, o estudante que participa do PIBIC amplia sua rede de contatos e agrega valor ao currículo, uma vez que o programa é valorizado por recrutadores de diferentes segmentos. Outro benefício é que, caso o estudante participe do PIBIC por dois anos, terá 50% de desconto nos cursos de Pós-Graduação da PUCPR, seja no lato sensu (especialização), quanto no stricto sensu (Mestrado e Doutorado). Além disso, anualmente, os melhores trabalhos são premiados pela Universidade com o pagamento de passagens, hospedagem e inscrição para participação em congressos científicos.

Como participar?

Para participar do PIBIC, o estudante precisa estar cursando a graduação na PUCPR e, então, procurar um professor que pesquise sua área de interesse. O docente, que irá orientá-lo durante o programa, deve submeter um projeto de pesquisa e um plano de trabalho para o futuro participante do programa, em resposta ao edital anual. A seleção dos projetos é feita pelo Comitê Local e por pesquisadores qualificados externos à PUCPR, segundo critérios definidos em Editais e Normas.

O que é Iniciação Científica Voluntária (ICV)?

A Iniciação Científica Voluntária (ICV) consiste na implementação de projetos avaliados segundo o edital anual do PIBIC que tenham sido aprovados por mérito, mas que, por restrição de recursos, não puderam ser contemplados com as bolsas disponíveis. Neste caso, o estudante não receberá bolsa, mas sua participação será equivalente à do bolsista, em todos os seus direitos e deveres.

Mobilidade Nacional

O PIBIC/PIBITI Sanduíche – Mobilidade Nacional é uma iniciativa da PUCPR e tem como objetivo geral o aprimoramento da formação de pesquisador dos estudantes participantes dos programas PIBIC/PIBITI, por meio de uma experiência de pesquisa interinstitucional nacional, contribuindo diretamente para a incorporação de novos conhecimentos. Podem participar desta modalidade estudantes que estejam em seu segundo ano de participação no programa. Um dos diferenciais desta modalidade é a possibilidade de enriquecimento de networking e da ampliação das perspectivas do estudante selecionado.

O professor proponente de projeto nesta modalidade deve ter título de doutor, estar, preferencialmente, vinculado a um dos 16 programas de pós-graduação stricto sensu e demonstrar cooperação internacional com instituições de pesquisa renomadas. O estudante precisa ser cuidadosamente selecionado, ter perfil para a pesquisa, maturidade para representar a PUCPR e, obrigatoriamente, ter participado de um ano do PIBIC/PIBITI. Um dos diferenciais desta modalidade é a possibilidade de enriquecimento e fortalecimento da sua rede de contatos e da ampliação das perspectivas de cooperação internacional na área científica.

Mobilidade Internacional

O PIBIC/PIBITI Sanduíche – Mobilidade Internacional é uma iniciativa da PUCPR e tem como objetivo geral o aprimoramento da formação de pesquisador dos estudantes participantes dos programas PIBIC/PIBITI, por meio de uma experiência de pesquisa interinstitucional internacional, contribuindo diretamente para a incorporação de novos conhecimentos. Esta modalidade permite a vivência da pesquisa em outra cultura e o contato com outras realidades, oportunidades e desafios, o que contribui para que o estudante possa fazer a diferença em um mundo globalizado.

O professor proponente de projeto nesta modalidade deve ter título de doutor, estar preferencialmente vinculado a um dos 16 programas de pós-graduação stricto sensu e demonstrar cooperação internacional com instituições de pesquisa renomadas. O estudante precisa ser cuidadosamente selecionado, ter perfil para a pesquisa, maturidade para representar a PUCPR e obrigatoriamente ter participado de um ano do PIBIC/PIBITI. Um dos diferenciais desta modalidade é a possibilidade de enriquecimento e fortalecimento de network e da ampliação das perspectivas de cooperação internacional na área científica.