Núcleo de Direitos Humanos

Para o desenvolvimento de condições e capacidades institucionais, o NDH definiu objetivos estratégicos, matriciais para organizações de processos internos basilares, a fim de potencializar os impactos das ações na sociedade.

Aprimorar políticas públicas, legislações e sistemas de proteção e garantia de direitos.

Processos internos: Implantar e desenvolver projetos em defesa dos direitos humanos, com articulação do ensino, da pesquisa e da extensão; organizar iniciativas acadêmicas e institucionais em direitos humanos; formar uma rede de relacionamentos políticos e institucionais.

Promover a cultura dos direitos no ambiente acadêmico e nas relações externas.

Processos internos: Oportunizar espaços e atividades diversas em direitos humanos, promovendo sua difusão no âmbito da Universidade e sociedade; consolidar projetos permanentes a serem ofertados pelo NDH; desenvolver ferramentas de comunicação das produções, análises e resultados dos projetos.

Eixo Temático Estratégico

O NDH delimitou como eixo de intervenção a temática “Desigualdades, Violências, novas formas de Solução de Conflitos e Educação em Direitos Humanos no Brasil e América Latina”. Seu objetivo é aprofundar e fortalecer os mecanismos democráticos na defesa e monitoramento de violações dos direitos humanos e, ainda, promoção de mecanismos pacíficos de mediação e solução de conflitos atinentes aos sistemas de proteção em direitos humanos, especialmente no Brasil e América Latina.

Missão

Combater toda forma de desigualdade, discriminação e violência contra pessoas e grupos vulneráveis, por meio da pesquisa, do ensino e da extensão, na perspectiva do fortalecimento da cultura dos direitos humanos, da qualificação das políticas públicas e dos mecanismos de participação social. Para tanto, coordena e desenvolve projetos e programas em direitos humanos com atuação interna, no âmbito da Universidade, e externa, nas relações e parcerias comunitárias, nacionais e internacionais.

Valores

Pluralismo: valorizar a produção de novos conhecimentos e práticas, orientadas pelo respeito à diversidade em suas múltiplas manifestações;

Cooperação: agregar as iniciativas com espírito de colaboração e coletivização das produções, atividades e produtos em direitos humanos.

Fortaleza/Coragem: manter-se firme e constante na procura do bem, resistindo à cultura da indiferença para com os que sofrem, de modo a suportar com paciência e retidão os contratempos e perseguições por causa da justiça.

23/08/2017 - Nucleo de Direitos Humanos

Grupo de esudos das relações étnico-raciais indígenas

Novo grupo de estudos do Núcleo de direitos humanos sobre relações étnico-raciais e indígenas A proposta do grupo de estudo sobre “relações étnico-raciais e indígenas” é problematizar e tensionar sobre o pensamento fronteiriço e os elementos que...

23/08/2017 - Nucleo de Direitos Humanos

Curso de português para imigrantes

Na quarta-feira dia 09 de março foi dado início ao curso gratuito de português para imigrantes, promovido pelo Núcleo de Direitos Humanos, Instituto Ciência e Fé e Núcleo de Línguas. O projeto de atendimento aos imigrantes teve...

Considerando a necessidade do fortalecimento dos direitos humanos. Este é um espaço de divulgação das diferentes instituições e entidades que pesquisam e atuam na área, visando constituir uma rede integrada, promovendo a formação de uma cultura de direitos.