Planeta PUC

Planeta PUC - 09 out 2018

Vida no câmpus: o dia dia em uma universidade norte-americana

Atividades extracurriculares movimentam a rotina dos estudantes na Kent State University (Ohio-EUA), instituição parceira da PUCPR no programa American Academy

O que os filmes mostram é verdade: a vida dentro das universidades nos Estados Unidos é intensa, movimentada e oferece centenas de atividades extracurriculares que aumentam o envolvimento dos estudantes com o câmpus e com as suas áreas de interesse.

A Kent State University (Ohio – EUA), universidade parceira da PUCPR em seu novo programa de graduação internacional American Academy, é um ótimo exemplo de instituição que estimula a participação dos estudantes em diversas iniciativas dentro do espaço acadêmico.

Para se ter uma ideia, são mais de 300 clubes e organizações estudantis que promovem encontros, eventos e debates nas mais variadas áreas de interesse, sejam elas técnicas ou de entretenimento.

O brasileiro Bruno Beidacki (22) estuda há quatro anos na Kent State, onde já se graduou em Comunicação Social / Jornalismo e agora inicia o seu mestrado em Media Business. Nesse período, o envolvimento com a vida no câmpus foi tão ativo que ele chegou a criar a própria organização estudantil, destinada a jogadores de tênis, a qual conta hoje com mais de 80 membros que já participam de torneios estaduais e até nacionais. Além dessa, Bruno já participou de organizações de línguas estrangeiras para aprender idiomas como francês e espanhol.

“A maioria das iniciativas são gratuitas e representam ótimas oportunidades para se divertir, crescer academicamente, conhecer gente e fortalecer a vida social dentro da universidade”, revela o estudante.

Nos dois primeiros anos, Bruno morava no câmpus e realizava aulas em diversos turnos. “Aqui não existe um turno fixo. Você escolhe as disciplinas de acordo com o seu interesse e disponibilidade de turmas, podendo criar a sua própria grade curricular com aulas que acontecem em diferentes horários ao longo do dia”, conta.

Mobilidade acadêmica

Além das atividades extracurriculares, a Kent State também oferece um programa de mobilidade acadêmica que permite aos estudantes realizar módulos em universidades parceiras de outros países. Foi assim que Bruno chegou a morar por um semestre em Genebra, na Suíça, onde concluiu algumas disciplinas e ainda aproveitou para conhecer diversos países da Europa.

O estudante também participou de programas de estágio, comumente ofertados durante o verão pela Universidade, e teve a chance de trabalhar no canal de televisão e rádio CBS News, em Washington D.C. e em Nova Iorque. “Pude conhecer a sede do Washington Post, visitar a Embaixada da Arábia Saudita, entre outros lugares que se relacionam com política, economia e comunicação”, relata.

Movimentado, não é mesmo? Tem mais: recentemente, Bruno foi selecionado para uma bolsa de estudos que o levou para a Ásia, onde passou um mês realizando reportagens em Macau, na China, e em cidades da Tailândia. “Antes de ingressar na universidade, aos 18 anos, eu conhecia quatro países. Hoje, em virtude das oportunidades que tive na Kent State, já conheço 25! É incrível pensar em tudo o que essa instituição já me proporcionou”, completa.

Conhecimento, cultura, sociabilização, esportes, viagens, crescimento pessoal e profissional: todas as possibilidades de uma universidade norte-americana estarão mais próximas e acessíveis aos estudantes brasileiros com o programa American Academy da PUCPR. Você está pronto para essa fantástica jornada?

Encontre mais informações sobre o programa aqui: pucpr.br/americanacademy

Recomendadas para você