Planeta PUC

Planeta PUC - 10 set 2018

Como se dar bem na prova de língua estrangeira

Mais importante do que que saber tudo sobre o idioma, praticar e aprender a lidar com a prova garantem pontos extras

Aprender uma nova língua não é tarefa fácil. Mais do que decorar novas palavras e associar termos diferentes daqueles que usamos na nossa língua nativa, é preciso praticar muito. Apesar disso, existem algumas técnicas simples que tornam essa empreitada mais fácil e quem sabe até mais divertida.

 

Quebre o preconceito

O primeiro passo a ser tomado nesta tarefa é acabar com o mito de que é preciso ser fluente no idioma escolhido para conseguir uma boa nota na prova. Na maioria dos processos seletivos, a principal capacidade testada é a de ler textos e entender seu conteúdo de forma geral. Por isso, não se preocupe em conhecer todas as especificidades do vocabulário estrangeiro.

Use o entretenimento para aprender

Estar familiarizado com a língua é a forma mais natural de compreendê-la. A professora Karina Fernandes, que leciona no curso e na pós-graduação em Letras da PUCPR, aponta as mídias como excelentes meios para ouvir e ler em diferentes idiomas. Músicas e videogames proporcionam o contato constante com sons e palavras. Outra dica é ver séries e filmes com áudio e legenda originais. “Quando a gente coloca a legenda em português, nos primeiros minutos até prestamos atenção na língua. Mas depois de 20 minutos assistindo, você acaba apenas lendo”, explica.

Insira a língua na rotina

Também é importante praticar por conta própria. “Uma coisa que alguns alunos meus fazem e que eu praticava muito quando fui aprender inglês é ficar pensando como falaria as coisas que fazia no dia a dia na língua”, recomenda a professora Karina. A tecnologia é outra aliada neste momento. Existem diversos aplicativos grátis que ensinam as mais variadas línguas com brincadeiras e interações.

Se programe para a prova

Já na hora da prova, é ideal seguir um passo a passo que otimize o tempo. Afinal, esse é um dos recursos mais preciosos – e escassos – ao prestar o vestibular. A professora indica, como primeira tarefa, “escancear” o texto, identificando seus principais elementos, que variam entre título, fotos, gráficos, ilustrações, entre outros. Assim, você saberá com qual gênero textual está lidando: narrativo, argumentativo, dissertativo, descritivo, informativo ou injuntivo.

Em seguida, leia e sublinhe o que estiver entendendo. Nesse momento os cognatos, aquelas palavras com a escrita semelhante ao português, podem ajudar. “Television”, por exemplo, lembra e possui o mesmo significado da palavra “televisão”. Dessa forma, será possível entender qual é o contexto que está sendo tratado. Por fim, leia as questões analisando o que elas pedem e procure suas respostas voltando ao texto sempre que precisar.

Pode parecer complexo, mas cumprir essas etapas garante eficiência e assertividade para finalizar todas as questões sem dúvidas e com segurança. Boa prova!

Recomendadas para você