American Academy

American Academy - 19 out 2018

American Academy e as vantagens da dupla diplomação

Programa de graduação internacional da Kent State University e da PUCPR tem foco no desenvolvimento de competências para o século 21

Neste ano, a PUCPR lançou o programa de graduação internacional mais inovador da América Latina, o American Academy, realizado em parceria com a Kent State University (Ohio – EUA). Com base no modelo norte-americano de ensino, oferece aos estudantes uma formação de ensino superior diferenciada, com disciplinas de diversos campos do conhecimento nos dois primeiros anos de curso e as mais específicas da área desejada nos anos seguintes, permitindo ao estudante decidir com mais maturidade e consciência qual carreira profissional seguir.

Além de ter aulas em inglês com os professores da Kent State dentro da própria PUCPR, os participantes do American Academy têm a possibilidade de finalizar a graduação nos Estados Unidos e obter a dupla diplomação. Com essa formação completa e global, a PUCPR pretende formar profissionais mais preparados para as novas demandas dos empregadores do século 21. Afinal, com a onipresença da tecnologia, a interconexão dos mercados e os novos modelos de empresas, as necessidades profissionais também se transformaram.

De acordo com o diretor do American Academy, Paulo Mussi, atualmente as competências técnicas têm se tornado obsoletas rapidamente. “Com isso, as soft skills, que abrangem habilidades de escrita, pesquisa, resolução de problemas, trabalho em equipe, capacidade de lidar com a diversidade no ambiente de trabalho, entre outras, passaram a ser mais relevantes para o bom desempenho e sucesso profissional”, comenta.

Segundo Mussi, um profissional global tem a facilidade de transitar por diferentes contextos e culturas. “Com a mente aberta para o mundo, ele resolve problemas e situações de ambiguidade com mais facilidade, além de trabalhar melhor em equipe”, diz.

No American Academy, essas habilidades são trabalhadas tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Com a possibilidade de finalizar a graduação em outro país, os estudantes têm a oportunidade de aperfeiçoar o inglês e viver plenamente a vida no campus, desenvolvendo habilidades acadêmicas e sociais.

Segundo Leslie Bowser, responsável pelo Office of Global Education da Kent State, escritório que cuida de todas as informações e processos relacionados às parcerias internacionais da universidade, no momento em que os estudantes estrangeiros chegam, eles passam por um dia inteiro de orientação para que conheçam melhor a universidade e se envolvam com as suas inúmeras iniciativas.

“Nós apresentamos centenas de organizações estudantis, das quais eles podem participar, e também os ajudamos a planejar as suas próprias atividades”, afirma. “Mensalmente, convidamos toda a comunidade acadêmica para o ‘Culture Cafes’ no qual os estudantes internacionais apresentam o seu país de origem junto com amostras de sua culinária. Esse evento é popular e, definitivamente, ajuda a dissolver barreiras culturais e estereótipos”, conta.

Mesmo que a decisão do participante do programa seja finalizar o curso no Brasil, ele ainda receberá um diploma da universidade norte-americana. “Ao concluir os dois anos iniciais, todos os participantes do curso recebem o Associate of Science Degree, emitido pela Kent State University, que pela primeira vez na história outorga um grau fora do território americano”, revela Mussi. “Ainda que conclua o curso em Curitiba, o estudante já terá um grande diferencial de formação”, conclui o diretor.

A próxima turma do American Academy começa em fevereiro de 2019. Se você tem interesse em saber mais, acesse: pucpr.br/americanacademy

Recomendadas para você