Gente da PUC

Gente da PUC - 03 abr 2019

Um longo caminho até o início

 

Lorenzo Bianchi está a um passo de iniciar a uma importante etapa de sua vida profissional: o primeiro estágio. Mas foi um longo caminho até aqui. Dois mil e trezentos quilômetros, pra ser mais exato.

Ele nasceu há 23 anos em Ilhéus, na Bahia, e começou cedo a nutrir um sonho de ser médico. Todos na família já faziam planos para a sua carreira como cirurgião plástico.

E foi assim que, em 2015, Lorenzo chegou em Curitiba para estudar Medicina em uma faculdade na cidade. Veio acompanhar o irmão, que já estudava Engenharia Civil por aqui. O que ninguém sabia é que a lua de mel com a Medicina duraria menos de um mês.

Voltou para mais um ano de cursinho e então ingressou em Engenharia Mecânica, onde também não se adaptou e acabou migrando para a Engenharia de Produção, onde finalmente se encontrou.

A vida universitária é um período com inúmeros caminhos para a formação, e é aí que podem surgir dúvidas nos estudantes. E não foi diferente com Lorenzo. Em 2018, no segundo ano da graduação, o dilema: como conseguir um estágio?

Currículo feito, hora de divulgá-lo. Pouco ou quase nada de retorno. Nenhuma entrevista sequer. Como conseguir destaque quando sua carreira se encontra com o status “em busca da primeira oportunidade profissional”?

Foi aí que Lorenzo conheceu o PUC Carreiras, o setor de estágios e carreiras da PUCPR, durante a semana acadêmica de Engenharia da Produção. Algo aconteceu ali. Além de orientações para montar um currículo atrativo, descobriu um mundo de workshops e conselhos profissionais que fariam a diferença na hora de conseguir o primeiro estágio.

Sem buscar palavras mais comedidas, Lorenzo arrisca: “O PUC Carreiras mudou a minha vida”. E não é exagero. Após orientações da equipe, o estudante descobriu suas potencialidades, formulou um currículo e distribuiu pela cidade. Em poucos dias era chamado para entrevistas, que resultaram em cinco vagas em grandes empresas.

A relação de Lorenzo com o PUC Carreiras foi tão intensa que ele optou por uma vaga na própria Universidade, na Diretoria de Educação Continuada.

Quando Lorenzo saiu de Ilhéus, não sabia muito o que esperar de Curitiba. Muito menos que seu destino estava fora dos centros de cirurgias plásticas. Hoje ele tem uma certeza: encontrou o seu caminho e não tem planos de deixar as atividades do PUC Carreiras, que é presença constante na sua agenda.

E a alegria pela nova fase é expressada com um inevitável otimismo de Lorenzo. “Eu não sei onde vou parar, mas estou feliz por começar a minha trajetória aqui, na PUCPR”, sorri.

***

Conheça os serviços do PUC Carreiras: site

Recomendadas para você