Nebulosas – O nascimento e a morte das estrelas

Nebulosas – O nascimento e a morte das estrelas

De onde veio o Sol?

Como será o futuro do nosso Sol e do Sistema Solar?

A resposta para essas perguntas está nas “Nebulosas”, grandes nuvens de gás e poeira e em seu interior, local que ocorrem os nascimentos das estrelas.

A Via Láctea está repleta dessas belíssimas estruturas e a presença delas evidenciam que estamos numa galáxia jovem e em contínua transformação. Essas nuvens também se fazem presentes no final da vida das estrelas, na forma de nebulosas planetárias ou explosivas. Esses momentos são de especial importância na história do Universo, pois são justamente neles que ocorrem a fertilização da matéria do Universo, transformando o hidrogênio em elementos químicos mais pesados, que propiciam a existência de todas as coisas, inclusive a vida.

Muitas dessas nebulosas são visíveis no céu noturno à vista desarmada, bastando para isso apenas um céu limpo e escuro. Além disso, as civilizações nativas do Brasil utilizavam essas manchas, juntamente com algumas estrelas, para montar seu sistema de constelações.

Na apresentação do dia 05/05 faremos uma viagem pelo interior desses objetos celestes magníficos, analisaremos suas propriedades e reconheceremos a posição no céu das nebulosas mais importantes.