Portfólio de talentos

Todos os anos a Escola Politécnica reconhece os estudantes que tiveram o melhor desempenho no período letivo. Esses acadêmicos passam a fazer parte da Dean´s List, a Lista do Decano.

A Escola Politécnica iniciou, em 2013, a implantação de novos Projetos Pedagógicos de Curso (PPC), os quais estabelecem o perfil do egresso da Escola.

O currículo, as metodologias de ensino/aprendizagem e as avaliações foram projetados para desenvolver o perfil do egresso, assim como as estruturas dos eixos de supervisão e todos os mecanismos de suporte ao estudante. Professores são formados em metodologias de ensino inovadoras e fóruns de debate sobre a qualidade de ensino mobilizam o corpo docente.

No entanto, sem a mobilização dos estudantes, parceiros nesse processo, os esforços não são suficientes para o alcance dos objetivos. Como mobilizar os estudantes para que se apliquem no processo de desenvolvimento de competências? Propõe-se que o Portfólio de Talentos seja um estímulo. Trata-se de uma lista anual de estudantes de destaque da Escola Politécnica.

São considerados destaque os estudantes que alcançam uma pontuação mínima dentro de um rol de atividades, classificadas em seis dimensões, inspiradas no perfil do egresso da Escola e em demandas de mercado, como: cidadania, formação técnico-científica, formação permanente, produção técnico-científica, comunicação, empreendedorismo. As dimensões têm limite máximo de pontuação, com o objetivo de garantir que o estudante tenha bom desempenho em algumas delas para ser considerado um talento.

Os critérios de elegibilidade para o Portfólio de Talentos, os indicadores adotados em cada dimensão e as respectivas pontuações são detalhados no regulamento de cada ano. Alguns indicadores são avaliados mediante comprovantes, que podem necessitar de pareceres de qualidade emitidos pelas pessoas que acompanham as atividades. Algumas das atividades têm pontuação duradoura, o que significa que o estudante as levará consigo por quatro anos consecutivos, com depreciação de 25% ao ano. Não há limitação de vagas no portfólio anual e não há classificação dos estudantes.

A qualquer momento, durante a graduação, um estudante pode estar no portfólio anual, assim como sua presença em um ano não garante a presença em um próximo. Não há restrição de período para entrada no portfólio.

O portfólio é publicado de forma impressa, no site da PUCPR e disponibilizado para empresas interessadas. A publicação anual do portfólio é feita com solenidade e comemoração, com a entrega de um certificado ao estudante.

A divulgação dos talentos de um ano é realizada no início do ano letivo seguinte, uma vez que deve haver um tempo para o cálculo do Índice de Rendimento Acadêmico (IRA) e a contagem das atividades finalizadas no ano anterior.

Pode-se estipular, como regra, que a atividade é computada a partir do ano em que finalizou: por exemplo, a participação em PIBIC conta a partir da apresentação no SEMIC.

Para candidatar-se o estudante deve redigir uma carta de apresentação, em que descreve suas realizações em cada dimensão e, com base nelas, explica por que é um talento a ser reconhecido. O estudante deve, ainda, anexar os documentos comprobatórios necessários.