Pesquisa e Inovação

As atividades de pesquisa e inovação da Escola de Negócios são desenvolvidas nas seguintes frentes de realização:

Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu: PPAD; PPGCOOP; PIBIC – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica; Núcleos Acadêmicos.

O Programa de Pós-Graduação em Administração – PPAD, da Escola de Negócios da PUCPR, com os Cursos de Mestrado e Doutorado, vem, desde o ano de 2000, promovendo a formação de Docentes e pesquisadores com o mais alto nível de excelência. Recomendado com Conceito 5 pela CAPES, o Programa consolida-se como um dos melhores na Área de Administração no país.

A conquista do Conceito 5 trouxe ao Programa notoriedade nacional, que resultou na maior interação com outros Programas de Pós-Graduação do país, favorecendo a sua consolidação como uma das referências na área. Internacionalmente, a repercussão de seu desempenho revelou-se em aumento da participação de candidatos estrangeiros no processo seletivo, vindos de vários países, especialmente da América Latina e dos Estados Unidos e convênios com outras instituições de ponta no mundo todo.

Tendo em vista a importância da pesquisa para o desenvolvimento social e empresarial, o Programa de Pós-Graduação em Administração da Escola de Negócios PUCPR, por meio de uma proposta moderna, incentiva a pesquisa aplicada, visando gerar contribuições ao campo teórico, na Área de Estratégia e Administração, e às organizações pesquisadas, oferecendo ampla associação entre a pesquisa científica e a prática empresarial.

Entre os destaques que contribuem para fomentar a excelência dos Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu da Escola de Negócios da PUCPR, estão:

  • Cursos de Mestrado e Doutorado, reconhecidos pela CAPES com Conceito 5.
  • Sólida formação para pesquisa, Docência em Administração e atuação no mundo empresarial.
  • Intercâmbio com as melhores instituições de ensino e pesquisa na Área de Administração e Negócios da América Latina, Canadá, Estados Unidos e Europa.
  • Corpo Docente altamente qualificado.
  • Diversidade temática em suas linhas de pesquisa.
  • Infraestrutura de pesquisa com padrão internacional.

Nas últimas décadas, o estudo do cooperativismo possibilitou o alcance de melhor compreensão sobre o desenvolvimento das práticas organizacionais e seus modelos de gestão. Entretanto, é um campo de conhecimento que ainda está em consolidação.  A Gestão de Cooperativas enfatiza as relações externas, a construção das potencialidades internas e a preparação da organização para a mudança, mantendo a preocupação com uma visão de longo prazo, envolvendo a sociedade, o cooperado e o mercado. Um dos principais objetivos é compatibilizar os aspectos internos com os externos, construindo um alinhamento coerente de todos os níveis da organização com o seu ambiente, objetivando a manutenção da sua competitividade. Os processos mais enfatizados na gestão de cooperativas são a formulação, implementação, controle e aprendizagem estratégica. Tais processos consideram, além dos aspectos sociais, tecnológicos e econômicos, os fatores políticos e culturais das organizações e seus cooperados.

O Mestrado Profissional em Gestão de Cooperativas (PPGCOOP) é um programa altamente qualificado para graduados de nível superior do país ou do exterior, que estejam atuando ou que tenham por objetivo atuar na área de Gestão de Cooperativas. O curso possibilita ao mestrando desenvolver sua capacidade gerencial empreendedora, prestar consultoria, exercer funções de direção ou gerência, bem como lecionar em escolas e instituições de ensino superior no campo da Gestão e Cooperativismo.

A coordenação do PIBIC, é ligada a Diretoria de Pesquisa, que administra todo o processo relacionado com as bolsas de iniciação científica, tanto no âmbito da graduação como no ensino médio, tem por objetivo:

  • Despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação.
  • Contribuir para reduzir o tempo médio de titulação de mestres e doutores.
  • Propiciar à instituição um instrumento de formulação de política de iniciação à pesquisa para estudantes de graduação.
  • Estimular uma maior articulação entre a graduação e pós-graduação.
  • Contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa.
  • Contribuir de forma decisiva para reduzir o tempo médio de permanência dos estudantes na pós-graduação.
  • Estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação nas atividades científica, tecnológica e artística-cultural.
  • Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Para participar do PIBIC é necessário que um docente da PUCPR submeta, em resposta ao edital anual, um Projeto de Pesquisa e um Plano de Trabalho para o estudante. A seleção dos projetos é feita pelo Comitê Local, auxiliados por pesquisadores externos, bolsistas “Produtividade em Pesquisa” do CNPq, utilizando critérios definidos pelo CNPq e disponíveis no item Editais e Normas.

Os estudantes indicados recebem bolsa por 12 meses (agosto a julho), período em que devem desenvolver as atividades de pesquisa definidas no Plano de Trabalho. Ao final do projeto, o estudante deve apresentar, na forma oral e de pôster, o resultado das pesquisas, além de ter seu resumo publicado no Caderno de Resumos.

 

Em todos os núcleos acadêmicos da Escola, a atividade de pesquisa é incentivada. Cada núcleo poderá desenvolver grupos de pesquisa, que é a organização dos professores para o planejamentos e elaboração de projetos de pesquisa de interesse dos professores, que poderão envolver estudantes de graduação em projetos PIBIC.

Conheça nosso Portfólio

Veja o Portfólio