Destaque - 26 jun 2018

Observatório de Educação para a Solidariedade da PUCPR lança livro sobre empreendedorismo social

Obra foi lançada durante semana acadêmica coletiva da Escola de Negócios da Universidade, e contou com a parceria do Instituto Legado

O Observatório de Educação para a Solidariedade da PUCPR lançou, em parceria com o Instituto Legado, o livro Empreendedorismo Social e Inovação Social no Contexto Brasileiro. A obra, prefaciada pela Diretora da Ashoka Brasil, instituição internacional referência em empreendedorismo social, foi lançada no dia 22 de junho na semana acadêmica coletiva da Escola de Negócios da Universidade.

A publicação colaborativa  reúne o olhar e a experiência de professores, mentores, empreendedores e outros protagonistas do setor. O projeto nasceu para fomentar o debate sobre as especificidades culturais, políticas, legais e socioambientais que envolvem iniciativas de impacto no Brasil, além de servir como roteiro estudos a ser utilizado dentro e fora da academia.

A afinidade de propósitos institucionais permitiu unir a experiência da PUCPR no campo socioambiental com a ação práti ca do Instituto Legado. “A PUCPR tem uma missão muito alinhada com o Instituto Legado. Temos como diretriz a educação para a solidariedade e o ensino como ferramenta para agentes de transformação social. Para nós, é importante ter um material robusto, que seja acadêmico, prático e aplicado ao contexto brasileiro. Podemos usar em nossas disciplinas para incentivar os alunos a se aproximarem do empreendedorismo social”, comenta a professora Mari Regina Anastácio.

Essa colaboração ajudou a mobilizar pessoas engajadas na difusão do conhecimento e no fortalecimento do ecossistema de empreendedorismo social. Os capítulos foram escritos por 15 especialistas do Brasil e do Chile: James Marins, Mari Regina Anastácio, Fernanda Andreazza, Waldo Soto Bruna, Gabriela Carrasco, Camila Fernández, Priscila do Nascimento Costa, Alexandre Amorim, Giana Andonini, Viviane Aroldi, Alessandra Gerson Saltiel Schmidt, Morgana Gertrudes Martins Krieger, Paulo R. A. Cruz Filho, Liza Valença Ramos e Juliana de Oliveira Souza.

Texto de Stephane Sena, do Instituto Legado. Para ler a notícia completa, clique aqui.

Recomendadas para você