Internacionalização e Escola de Medicina PUCPR

Os avanços constantes da ciência demandam que médicos e instituições de Medicina estejam cada vez mais conectados com profissionais de todo o mundo. A Escola de Medicina reconhece a importância da internacionalização e, por isso, promove projetos nesse sentido . 

Os estudantes de Medicina da PUCPR têm a oportunidade de vivenciar a internacionalização de 3 maneiras: 

Intercâmbios Outgoing

O ESTUDANTE DA PUCPR VAI AO EXTERIOR
Existem 4 vias pelas quais o estudante pode buscar a experiência no exterior:

Foto: Universidad de Sevilla, área de medicina.

Intercâmbio via Diretoria de Internacionalização

Intercâmbio com duração de 6 meses, com processo seletivo interno semestral na PUCPR. A PUCPR tem convênio com 214 instituições, das quais 42 têm Escola de Medicina. A maioria delas oferece 2 vagas por semestre em estágios de pesquisa e de observação clínica e/ou cirúrgica. 

Instituições conveniadas com a Medicina da PUCPR

Argentina 

Universidad Austral / Acordo: Geral

Universidad de Córdoba /Acordo: Geral

Universidad de Buenos Aires /Acordo: Especifíco mobilidade

Bélgica

Katholic Universiteit Leuven /Acordo: Geral

Canadá

Université de Montréal – UdeM /Acordo: Técnico e Científico

Chile

Pontifícia Universidad do Chile / Acordo: Cooperação Acadêmica

Universidad de Los Andes  / Acordo: Intercâmbio

Universidad de Talca / Acordo: Geral

Colômbia

Universidad de La Sabana / Acordo: Geral

Universidad Nacional da Colombia / Acordo: Geral

Universida Pontificia Bolivariana / Acordo:Geral

Equador

Universidad Técnica Particular de Loja /Acordo: Geral

Espanha

Universidad Complutense de Madri  /Acordo: Geral

Universidad de Salamanca /Acordo: Geral

Universidad de Santiago de Compostela /Acordo: Geral

Universidad de Sevilla /Acordo: Geral

Universidad Valladolid /Acordo: Geral

EUA

The University of South Florida /Acordo: Específico estágio clínico

França

França Université Claude Bernard – LYON 1  / Acordo:Específico Ciências, Tecnologia Saúde e Educação.

França Universite de Bourgogne – IUT Dijon Auxerre / Acordo: Geral

Itália

Alma Mater Studiorum Universita di Bologna /Acordo: Geral

Università Cattolica del Sacro Cuore /Acordo: Específico Medicina

Università degli Studi di Ferrara /Acordo: Geral e DD para algumas áreas

Alma Mater Studiorum Universita di Bologna /Acordo: Geral

Università degli Studi di Padova /Acordo: Geral

México

UNAM – Universidad Nacional Autonoma de México /Acordo: Geral

Universidad Anáhuac Mayab /Acordo: Geral

Universidad Autónoma del Estado de México /Acordo: Geral

Universidad de Guadalajara /Acordo: Geral

Universidad Marista de Guadalajara /Acordo: Geral

Universidad Veracruzana /Acordo: Geral

Paraguai

Universidad Católica “Nuestra Señora de La Asuncíon /Acordo: Geral

Universidad Nacional de Asuncíon /Acordo: Geral

Peru

Universidad de Piura /Acordo: Geral

Universidad San Martin de Porres /Acordo: Geral

Portugal

Universidade de Lisboa /Acordo: Geral

Universidade do Porto /Acordo: Geral

Universidade Nova de Lisboa /Acordo: Ciências e Tecnologia

Turquia

Istanbul Ayden University /Acordo: Geral

Uruguai

Universidad de La República / Acordo: Específico Medicina

Para participar, o estudante deverá: 

  •  Atender aos pré-requisitos exigidos no edital do programa de pré-seleção da PUCPR;
  • Obter média mínima na avaliação do Histórico Escolar superior ou igual a 6,5;  
  • Comprovar domínio do idioma requerido para o intercâmbio (países de língua inglesa costumam requerer o TOEFL);  
  • Ter concluído o 4º período do curso.
  • A inscrição pode ser feita entre novembro e janeiro para saídas no 2º semestre e de junho a julho para saídas no 1º semestre via site. 
  • Após aprovado na pré-seleção da PUCPR, o estudante estará sujeito à seleção da universidade de destino.  
  • Durante o período, o estudante fica isento do custo com mensalidades tanto na PUCPR quanto na instituição de ensino. 
  • A validação é possível quando há equivalência de assuntos abordados (dispostos nas ementas das disciplinas) e do número de créditos (cada 20 horas de aula presencial por semestre conta 1 crédito). A exceção ocorre para estágios realizados durante o período do internato eletivo, para o qual apenas o número de créditos precisa ser equivalente (lembrando que, em estágios com 8 semanas de duração,, o estudante pode fazer a complementação dos créditos que eventualmente faltem no exterior em outras instituições). Os estudantes devem preencher o termo de alinhamento dos créditos antes da ida e confirmá-los no retorno. 

Intercâmbio via IFMSA e CLEV

A IFMSA (International Federation of Medical Student’s Association) é é a maior organização estudantil do mundo sem fins lucrativos, criada em 1951, organizada e gerida por trabalho voluntário de estudantes de medicina e presente em mais de 120 países. Ela é ligada a outras instituições como Organização Mundial de Saúde (OMS) e à Organização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, ela está representada pela IFMSA Brazil, presente em mais de 100 escolas médicas.  

O Brasil tem dois representantes da IFMSA, sendo um deles a DENEM (Direção Executiva Nacional do Estudantes de Medicina), o qual apresenta a CEV (Coordenação de Estágios e Vivências), como responsável pelos seus intercâmbios. A CEV, por sua vez, atua nas escolas médicas por meio das CLEVs (Coordenação Local de Estágios e Vivências). A outra representante é a IFMSA Brazil, que atua coordenando seus intercâmbios através dos Comitês Locais nas escolas médicas do Brasil. A CEV, por sua vez, atua nas escolas médicas por meio das CLEVs (Coordenação Local de Estágios e Vivências). Outra associação presente nacionalmente, que possibilita a realização de intercâmbios, é a IFMSA Brazil – representada nas escolas médicas pelos Comitês Locais da IFMSA Brazil. 

Dentre suas diversas áreas de atuação, a IFMSA promove o intercâmbio de estudantes em nível nacional e internacional, ambos de pesquisa ou clínico-cirúrgicos. Os estágios variam entre 4 e 8 semanas e devem ser realizados no período de férias ou durante o internato eletivo. Durante o período, o estudante não precisa arcar com taxas relacionadas à Instituição na qual está realizando o intercâmbio e terá direito a hospedagem e a pelo menos uma alimentação por dia de trabalho. 

Esses estágios só serão validados se realizados no período do internato eletivo e se o número de créditos for equivalente (cada 20 horas de aula presencial por semestre conta 1 crédito). Se tratando de estágio com 8 semanas de duração, o estudante pode fazer a complementação dos créditos que eventualmente faltem no exterior em outras instituições. Os estudantes devem preencher o termo de alinhamento dos créditos antes da ida e confirmá-los no retorno. 

A PUCPR disponibilizou 60 vagas para essa modalidade de intercâmbio em 2019. As vagas da IFMSA são divididas entre duas instituições estudantis: a IFMSA da PUCPR e a CLEV (Coordenação Local de Estágios e Vivências, do Centro Acadêmico) da PUCPR. O processo seletivo para as vagas da IFMSA difere do processo para as vagas da CLEV. Ambos ocorrem anualmente. Para informações sobre os processos seletivos, acesse a página da CLEV.

Coordenadora: Anna Maldonado (78) / contato: +55 (41) 999574884 

Vice-coordenadora: Daphne Ziliotto Carraro (80) / contato: +55 (41) 999981624 

Comitê Local da IFMSA Brazil na PUCPR: 

Sitehttps://www.facebook.com/IFMSABRPUCPRCWB/ 

Diretoras de intercâmbios internacionais da IFMSA Brazil Comitê Local PUCPR:
Samara Venazzi Tsukada (82)/ contato +55 (44) 99733-6161
Sabriany Mendes (81)/ contato +55 (41) 99510-4003

Intercâmbio via contatos de professores 

Alguns professores da PUCPR têm contatos no exterior que oferecem estágios. Esses programas podem ser realizados nas férias ou durante o eletivo. 

Os estágios só serão validados se realizados durante o período do internato eletivo (360 horas, 18 créditos) e se o número de créditos for equivalente (cada 20 horas de aula presencial por semestre conta 1 crédito). Em estágios com 8 semanas de duração, o estudante pode fazer a complementação dos créditos que eventualmente faltem no exterior em outras instituições. Os estudantes devem preencher o termo de alinhamento dos créditos antes da ida e confirmá-los no retorno. 

  • Para poder ser candidato a validação no período eletivo, os estágios devem preencher os seguintes critérios: 
  • Ser em instituição ligada a ensino (universitário/residência médica); 
  • Contar com certificado da instituição com atividades desempenhadas, número de horas e nota (ou justificativa da ausência das informações*); 
  • Ser gratuito; 
  • Coincidir com o período correspondente do eletivo em nosso calendário acadêmico.
    * sob análise da coordenação. 

Intercâmbio via contato direto com as instituições

Algumas instituições promovem o intercâmbio via direta – geralmente em sites. Tais estágios podem ser realizados nos períodos de férias ou durante o eletivo.  

Os estágios só serão validados se realizados durante o período do internato eletivo (360 horas, 18 créditos) e se o número de créditos for equivalente (cada 20 horas de aula presencial por semestre conta 1 crédito). Em estágios com 8 semanas de duração, o estudante pode fazer a complementação dos créditos que eventualmente faltem no exterior em outras instituições. Os estudantes devem preencher o termo de alinhamento dos créditos antes da ida e confirmá-los no retorno. 

Para poder ser candidato à validação no período eletivo, os estágios devem preencher os seguintes critérios: 

  • Ser em instituição ligada a ensino (universitário/residência médica); 
  • Contar com certificado da instituição com atividades desempenhadas, número de horas e nota (ou justificativa da ausência das informações*); 
  • Ser gratuito; 
  • Coincidir com o período correspondente do eletivo em nosso calendário acadêmico.
    * sob análise da coordenação. 

Intercâmbios Incoming

O ESTUDANTE DA PUCPR CONVIVE COM ESTUDANTES DO EXTERIOR
Todos os anos, mais de 20 estudantes estrangeiros participam de atividades da PUCPR de duração variada entre 4 semanas e 6 meses. Os estudantes da PUCPR podem entrar em contato com os estrangeiros por meio do:

BUDDY PROGRAM

Via Diretoria de Internacionalização

O programa tem por objetivo o acolhimento de estudantes de outros países. As atividades englobam desde auxílio a acesso na plataforma Blackboard até a organização de integração em viagens e eventos. Na plataforma de relacionamento entre estudante local e internacional “Buddy”, o estudante da PUCPR pode ter contato com estudantes internacionais em intercâmbio atual na PUCPR. 

CLEV

Estudantes podem ter contato com intercambistas por meio dos programas de anfitrião e de apadrinhamento, que oferecem certificado. Os acadêmicos que vêm via Diretoria de Internacionalização recebem curso de português e seu processo de avaliação é o mesmo dos brasileiros. Já aqueles que vêm via CLEV/IFMSA Brazil, em ocasiões precisam ou não de nível de proficiência em inglês e/ou português a depender do local e área de atuação selecionados. 

Para mais informações sobre os programas e a responsabilidades envolvidas, é possível entrar em contato com coordenadores da CLEV. 

Internacionalização Indoor

O ESTUDANTE DA PUCPR VIVENCIANDO O EXTERIOR DURANTE O CURSO
Para aumentar o contato dos estudantes da PUCPR com a língua inglesa, os professores foram orientados a modificar os materiais de suas aulas e dos TDEs para conter textos em inglês. Além disso, o PUC Idiomas tem facilidades de custo para promover o aprendizado da língua inglesa entre seus estudantes.

PERGUNTAS FREQUENTES

1 - A Escola de Medicina tem dupla diplomação com Escolas no exterior? 

Não. No momento, tal processo não é possível para Medicina. 

2- A Escola de Medicina promove transferência para Escolas no exterior? 

Não. No momento, tal processo não é possível para Medicina. 

3- Como ser médico no exterior? 

Cada país tem seu processo de revalidação do diploma. Os processos mais claros são os da Alemanha, do Canadá e dos Estados Unidos. Existem materiais preparatórios para todos. É importante observar as diferenças nos métodos de atendimento aos pacientes, na valorização de participação em pesquisas e em projetos comunitários que podem fazer diferença na pontuação final para o Match (processo de seleção para as residências). Para estudantes que pretendem ser médicos no exterior, ter múltiplas experiências de intercâmbio pode ser importante. 

Vagas residência médica para estrangeiros após revalidação do diploma são mais comuns nos EUA. Os passos para a revalidação do diploma no país podem ser verificados no site da USMLE.  

Depoimentos

Aline Alexandra Iannoni de Moraes
Aline Alexandra Iannoni de Moraes

Tive a oportunidade de passar um ano no setor de Epidemiologia Cardiovascular do Erasmus Medical Center, em Rotterdam, entre agosto de 2015 e julho de 2016, no doutorado. Pude compreender como um centro de excelência em pesquisa funciona, além de aprender muito sobre a elaboração de estudos observacionais. Também vi lugares incríveis e conheci pessoas de vários lugares do mundo, com culturas e histórias de vida completamente diferentes da minha!  

Murilo
Murilo

Em 2018, tive a oportunidade de conhecer instituições nos EUA com as quais pude iniciar um processo de colaboração internacional em pesquisa. Meu percurso iniciou em Michigan, onde se localiza o Arbor Research Collaborative for Health, instituição responsável pelos maiores estudos de coorte na área de Nefrologia no mundo. Fui à Cidade de Nova Iorque, onde conheci o Renal Research Institute. Viajei à Boston para conhecer a sede da Fresenius Medical Care, a maior provedora de diálise do mundo. 

Gabriela Boschetti
Gabriela Boschetti

Eu tive a oportunidade de fazer intercâmbio em diferentes momentos da minha formação. O intercâmbio que realizei para a Itália durante a graduação em Medicina foi, possivelmente, a mais especial. Estava no 4º ano quando surgiu a oportunidade de cursar um ano da graduação na Università degli Studi di Ferrara, por meio do convênio da Universidade com a PUCPR. Tive a oportunidade de vivenciar outra cultura, fazer amigos de outras nacionalidades e conhecer um pouco sobre o ensino médico em outro país.