Licenciaturas

A PUCPR sabe que o mundo mudou e com essa mudança surgiram novos desafios para a educação. Não é mais possível formar docentes que se posicionem como detentores do conhecimento.

Atenta à demanda por uma formação inovadora de professores, a PUCPR instituiu, a partir de 2016, seu novo modelo de licenciaturas, que permitirá uma maior integração entre as diferentes áreas de conhecimento e uma visão mais abrangente sobre o mercado de trabalho.

Para que a formação de um professor com perfil adaptado à contemporaneidade seja possível, o novo projeto de Licenciaturas da Escola de Educação e Humanidades compreende diferentes níveis que completarão a formação de um profissional capacitado para superar os desafios da educação do século XXI.

Projeto Integrador

O projeto integrador proporcionará uma maior interação entre licenciaturas e bacharelado, especificamente o de Serviço Social. Os estudantes de Serviço Social terão a oportunidade de desenvolver atividades em conjunto com as equipes dos cursos de licenciatura, que resultarão na elaboração de projetos sociais/educacionais.

Os licenciandos têm diversas oportunidades de atuação profissional, que não se resumem à sala de aula. A docência é uma das atividades profissionais mais nobres que existem, mas é preciso que os futuros professores tenham conhecimento de todas as possibilidades de atuação profissional de que dispõem.

Pensando nisso, o Núcleo de Empregabilidade e Oportunidades (NEO) da Escola de Educação e Humanidades tem um novo modelo institucional, por meio do qual um grupo de professores estabelece parcerias com os setores público e privado para proporcionar experiências profissionais em espaços que não sejam apenas as salas de aula.

Um dos objetivos é proporcionar que os estudantes das licenciaturas tenham um foco mais empreendedor, aumentando sua empregabilidade.

Com o novo modelo de licenciaturas da PUCPR, há blocos temáticos de graduação que possuem várias disciplinas de seu eixo formativo em comum. Conheça o núcleo de “cursos primos”:

A integração das disciplinas desses blocos temáticos permite que os estudantes se formem em duas licenciaturas. A primeira licenciatura será concluída em quatro anos. Caso o estudante deseje ter uma segunda habilitação do seu bloco temático de cursos, deverá cursar o 5º ano da graduação.

Professor contemporâneo

O objetivo dessa ampla mudança nas licenciaturas é formar um docente preparado para o futuro da educação, que vivencie já na graduação os aspectos práticos da sala de aula e seja capaz de se relacionar com realidades diversas da educação, como lecionar para estudantes com necessidades especiais, atuar na solução de conflitos interpessoais. Enfim, ser um facilitador e não o detentor único do conhecimento. Também, esse novo docente sairá preparado para dar continuidade às suas pesquisas na graduação, fazendo com que elas não se encerrem no Trabalho de Conclusão de Curso.

A PUCPR incentivará os licenciandos a transformarem suas pesquisas em produtos, que poderão ser materiais didáticos, objetos de aprendizagem, softwares educacionais ou quaisquer outros instrumentos que facilitem práticas educacionais inovadoras.

Para transformar em realidade esses projetos, a PUCPR apoiará seus licenciandos, inclusive com parcerias com a aceleradora Hotmilk, quando necessário. A ideia é que o estudante desenvolva sua veia empreendedora e possa ter um projeto que seja rentável.

A transformação das licenciaturas da PUCPR atende a um compromisso social de renovação dos docentes, para que sejam capacitados a atuar na educação que o século XXI exige, com desafios que situam o professor como um construtor do conhecimento, que precisa atuar em conjunto com os estudantes.

Saiba mais sobre a Licenciatura

Eixo Estratégico Pedagógico Obrigatório