Destaque - 17 nov 2017

Curto Teatro será apresentado na PUCPR

Evento acontece nos dias 20 e 21 e trará sete cenas produzidas por estudantes do 6º período do curso

Nos dias 20 e 21 de novembro será apresentado na Sala Laboratório Laercio Ruffa (Caixa Preta) – Labcom, a partir das 19h, o Curto Teatro 2017. O evento, gratuito e aberto à comunidade, já faz parte do calendário acadêmico do curso e representa uma prévia do que poderá ser o Trabalho de Conclusão de Curso dos estudantes.

Neste ano, serão apresentadas 7 cenas com duração, em média, de 15 minutos. O Curto Teatro tem supervisão dos professores Cicero Lira e Silvia Monteiro, coordenadora de Teatro da Universidade. Para os docentes, esta é uma excelente oportunidade para os alunos colocarem na prática os conhecimentos adquiridos durante o curso e experimentarem novos textos e linguagens.

Acompanhe abaixo a programação e uma sinopse de cada cena do Curto Teatro.

 20/11, às 19h

Peça: “O Paraíso Perdido”.

Autores: Antônio Araújo e Sérgio de Carvalho.

Elenco Nara Cavalli, Juliane Batschke, Luísa Nogueira, Paulo Rizotte.

No Brasil, apesar de pouca divulgação, o índice de pessoas que tiram a própria vida avança sorrateiramente. E, no mundo todo, entre os jovens, a fatalidade é mais frequente do que pelo vírus HIV. O Mapa da Violência de 2014 aponta uma alta no número de suicídios de 15,3% entre jovens e adolescentes no Brasil, de 2002 a 2012. Agora perguntamos: “Quem fez isso?”.

A remontagem de “Paraíso Perdido”, espetáculo da cia Teatro da Vertigem (SP), pretende causar reflexão no público a respeito das angústias do ser humano e na sua perda da esperança. A partir do livro Genisis e do poema de John Milton, a peça aborda a criação do mundo e do homem, e o seu ostracismo do Jardim do Éden. Além disso, a produção retrata a situação do Anjo Caído por ter corrompido e aliciado a criação divina.

O Paraíso Perdido

Peça: “Úteros em Fúria”

Autor: Cláudio Paiva

Elenco: Mariana Galafassi, Marianna Holtz, Lamis Taouil Bedewi

Úteros em Fúria conta a história de Patrícia, uma mãe solteira que enfrenta sozinha todos os obstáculos cotidianos e que em razão de tamanha responsabilidade e da pressão social é levada a cometer um crime.

Úteros em Fúria

Peça: “Piscina”

Autor: Mark Ravenhill

Elenco: Angélica Santos, Isabella Guerzoni, Jordy Freitas, Monique Bonfim

“Nós somos artistas – Não nós somos pessoas”.

Até onde vai o nosso medo de encarar nossas limitações, e a falta de talento individual. Até onde vai a inveja e o ressentimento de quatro amigos que corroem uma relação afetiva de anos, tudo em busca de alcançar o alter ego artístico.

Piscina

21/11, a partir das 19h

Peça: “Killer Disney”

Autor: Philip Ridley

Elenco: Nelson Mattos, Rodrigo Sanches, Taiane Zatolinni

Killer Disney trata da história de dois irmãos, Haley e Presley que vivem isolados em sua casa, em um mundo pós-apocalíptico, vivendo apenas de remédios e chocolates. A peça transita entre suas histórias do passado, sonhos e medos que entram em conflito com a chegada de Cosmo Disney e Pitchfork Cavalier.

Killer Disney

Peça: “Memória Curta”

Autor: Eduardo Rodrigues

Elenco: Alyson Chaves, André Viana, Eduardo Rodrigues, Giovane Gnatta

Quatro personagens em locais atemporais, vivem diferentes situações em que se 0exaltam as relações humanas (ou políticas), sejam cotidianas (ou) em locais apropriados. Como a forma de pensar ou evoluir mudou (ou não) em diferentes contextos e experiências individuais, a rotina corrida do mundo contemporâneo e os modelos de sonhos de consumo são impostos à nós sem necessidade real. Memória Curta é um panorama de forte relação com as diferentes formas de pensar e agir, social e política, sejam elas evoluídas desde a pré-história ou intuitivamente enraizadas e consequências de uma cultura de caráter hereditário.

Memória Curta

Peça: “Ismênia”

Autor: Dalton Trevisan

Elenco: Bruna Bley

Ismênia, moça donzela” de Dalton Trevisan narra por meio de nove cartas, o relacionamento obsessivo junto com uma paixão não correspondida sobre o “Dr. Antônio”, onde ele mostra o caso de diversos temperamentos distintos, trazendo assim um humor para suas cartas de romance e sedução sugerindo ao conto, uma dúvida de saber se o destinatário.”

Ismênia

Peça: “DIAS 94”

Autor: Claudio Simões

Elenco: Joel Leitte e Juliana Bressan

Nessa peça contemporânea, temos o retrato de um grupo de indivíduos vistos como anônimos pela sociedade, mas ao mesmo tempo muito conhecidos pelo tabu que há em seus DIAS.

DIAS 94