Laboratório de Cidades

É o espaço de aprendizagem voltado às atividades de ações comunitárias, ao planejamento e aos projetos urbanos de pequena e média escala. Os estudantes supervisionados por professores participam de grupos interdisciplinares de arquitetura e Design. Trabalham em vivenciar experiências de processos de planejamento participativo que envolve os diversos atores incidentes no território, integrando as questões da vizinhança e suas representações as prerrogativas de políticas públicas.

Tanto as pesquisas, quanto os planos de ordenação territorial são direcionados a qualificação de espaços contíguos a partir de intervenções de segurança, mobilidade e acessibilidade universais, quanto aos espaços de convívio e a paisagem urbana, entre outros.

Contato: labolatoriodecidades@pucpr.br

PROJETOS

Projeto Green

O projeto Green visa buscar parcerias entre organismos locais (PucPr, IPPUC, FIEP, comerciantes e moradores da vizinhança), como projeto piloto para sensibilizar e capacitar comunidades socioeconomicamente vulneráveis e ambientalmente frágeis, no sentido de transformar seu espaço de moradia, lazer e trabalho de forma criativa e inovadora e futuramente rentável.

No primeiro momento o Green está associado a outros dois projetos vinculados ao LabCidade: o vizinhança e o Eunice Benato, ambos envolvendo a Vila Torres.

No projeto Vizinhança estaria vinculado às Leituras Comunitárias e no Eunice Benato a aproximação com a comunidade para uma primeira experiência green (sensibilização da importância de pequenas ações verdes).

A longo prazo poderá fazer parte do projeto trilhas Incubadora Social Marista ofertando capacitação profissional fortalecer Green com apoio do Ecohabitare.

Como o recorte espacial do green está inserido no vale do pinhão( IPPUC), pretende-se uma aproximação junto ao instituto para uma parceria de vanguarda em inovação social

Projeto Formiguinhas da Arte

O empreendimento solidário Formiguinhas da arte, sediado na região metropolitana de Curitiba, no município de Fazenda Rio Grande existe aproximadamente desde o ano de 2013.

A Trilha Incubadora Social Marista está presente no empreendimento desde 2014

O empreendimento conta com dez artesãos que desenvolvem diversos tipos de produtos, todos a partir de trabalhos manuais como: crochê, macramê, bordado de ponto cruz, patchwork, entre outros. A variedade de produtos é grande, e na maior parte carente de qualidade e criatividade, não favorecendo a comercialização dos produtos. Esta é centralizada na loja de artesanatos dentro do terminal de Fazenda Rio Grande e, uma vez por ano, participam da feira da lua, no próprio município de Fazenda Rio Grande. Muitas das integrantes também participam de outras feiras individualmente e produzem por encomendas.

A proposta do projeto é desenvolver um curso de extensão que propõe apresentar elementos de design, processos e negócio que possibilite uma melhora na qualidade dos serviços e produtos desenvolvidos pelo empreendimento solidário Formiguinhas da Arte.

Fortalecer

O que se propõem nesse projeto é a viabilização econômica de um empreendimento econômico solidário, organizado sob forma de cooperativa. Essa que seria formada por mulheres, moradoras da Vila Torres, preferencialmente, beneficiárias de programas de transferência de renda e em situação de vulnerabilidade e extrema pobreza.

O projeto surge de um movimento de integração entre a Universidade e a Vila Torres, em que para isso, torna-se necessário compreender e acolher a análise conjuntural de como a Vila Torres hoje é composta, de suas vulnerabilidades e seu conjunto estrutural.

O projeto de Incubação da Cooperativa localizada na Vila, busca viabilizar o desenvolvimento local com base na Economia Solidária, com processos formativos, criando e fortalecendo vínculos, fazendo com que assim, as mulheres possam superar a extrema vulnerabilidade.

Eunice Benato

É um programa para incentivar jovens a ter compromisso com transformação social e pessoal por meio de uma educação social e cristã.
Juntamente com um serviço de fortalecimento familiar e comunitário. E uma forma de auxiliar na educação infantil atendendo crianças das famílias que residem perto a PUC.

É um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo Familiar e Comunitário, acontece no contraturno escolar manhã e tarde, atende exclusivamente jovens de 11 a 16 anos, moradores da Vila Torres. Prezando pelo desenvolvimento humano trabalhando com práticas que contemplem o sujeito em sua integralidade na perspectiva psicossocial, política e espiritual.

Biblioteca Itinerante

É um meio de incentivar a população local a adquirir o hábito da leitura e consequentemente a educação.

Tornar a Biblioteca itinerante um ponto de cultura, além de empréstimo de livros, formação de novos leitores e a promoção do hábito da leitura entre a população local.

O conceito partiu de um cubo, onde esse cubo funcionará como uma estação para guardar os livros durante a noite e durante o dia, a porta sanfonada ficará aberta, para a população pegar os livros. O ponto onde esse “cubo do livro” ficará, também terá um assento para que as pessoas leiam os livros no próprio local. Essa biblioteca foi pensada para ficar em uma altura estratégica, onde todas as pessoas, de todas as idades possam pegar os livros sem nenhuma dificuldade.