cookie __utmz não existe
CCURSOS

Artes marciais para a cena (Teatro, Dança e Performance).

As origens das artes marciais se perdem em temos imemoriais. Os registros mais antigos das práticas de lutas que integram filosofia, desenvolvimento corporal e autodefesa remontam há três mil anos na Índia. Elas se espalharam pelo oriente e pelo ocidente, gerando técnicas tão variadas quanto o Kung-fu, o Judô, o Karatê, Jujutisu, o Aikido e tantas outras.
Em sua vasta história, foi empregada como forma de criação para a dança e o teatro há muito tempo, seja na luta cênica, seja no treinamento ou a partir de seus princípios filosóficos. Artistas como Stanislaviski, Grotowski, Eugênio Barba, Steve Paxton, Merce Cunningham, além é claro do circo chinês e da Ópera de Pequim, tem usado as artes marciais em suas práticas artísticas. O cinema também tem usado a marialidade, seja nos filmes de Bruce Lee, Jackie Chan, Quentin Tarantino, e em obras fílmicas como Matrix, O tigre e o Dragão, entre tantos outros.
Dessa forma, é imprescindível que os profissionais das artes cênicas, sejam eles atores, bailarinos ou performers, conheçam as principais artes marciais e possuam essas práxis em seus corpos, bem como, conheçam e pratiquem as técnicas desenvolvidas por alguns dos nomes mais importantes das artes das cenas que se apropriaram de forma criativa dos elementos das artes marciais para inovar no campo do teatro, do cinema, da dança e da performance.
Por isso, o objetivo deste curso de extensão é estudar artes marciais de maneira prática e teórica para usos nas artes cênicas (dança, teatro e performance), a partir dos seguintes eixos:
• Estudo dos fundamentos filosóficos presentes na Ásia e sua influência nas diversas artes marciais orientais;
• Prática e treinamento de artes marciais e de técnicas artísticas derivadas das lutas;
• Prática de luta cênica;
• Criação artística em coreografias ou performances a partir das quedas e dos katas;

Isso posto, o curso de extensão propõe o uso de artes marciais como estratégia de treinamento, investigação corporal, criação e improvisação, com vistas à elaboração de interfaces entre a luta e a dança, o teatro e a performance. Serão praticadas técnicas de Katas de Karatê-Dô tradicional, técnicas de solo e rolamentos de Judô e Aikidô. Serão exercitados estados de alerta (zanchin) e meditação, percepção e presença. Também serão estudados artistas da dança e de outras linguagens que investigaram artes marciais e a inseriram em seus processos criativos.

Ementa
O curso de extesão propõe a prática de artes marciais como estratégia de treinamento, investigação corporal, criação e improvisação, com vistas à elaboração de interfaces entre a luta e a dança, o teatro e a performance. Serão praticadas técnicas de Katas de Karatê-Dô tradicional, técnicas de solo e rolamentos de Judô e Aikidô. Serão exercitados estados de alerta (zanchin) e meditação, percepção e presença. Também serão estudados artistas da dança e de outras linguagens que investigaram artes marciais e a inseriram em seus processos criativos.

Público-alvo

Estudantes de artes da cena que desejam conhecer as relações entre as artes marciais e as artes cênicas contemporâneas, praticantes de artes marciais e técnicas corporais orientais interessados em conhecer um pouco sobre artes cênicas do ocidente. Aberto também a público geral acima de 15 anos.

Doutor

Paulo Roberto Ferreira de Camargo

Coordenação | Lattes

É jornalista com experiência como editor de Cultura, crítico de cinema e repórter especial do jornal Gazeta do Povo.  É editor e fundador do portal de cultura A Escotilha e integra a Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine).  Tem Mestrado em Teoria e Estética do Audiovisual e Doutorado em Comunicação e Linguagens – Cinema e Audiovisual.

imagem1

André Sarturi

Docentes

Doutor em Artes da Cena pela UNICAMP. Mestre em teatro pela UDESC. Possui licenciatura em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2001). Foi coordenador da pós-graduação em Dança: Educação e Cultura do IPGEX, em Florianópolis/SC entre 2014 e 2016. Participa, como artista criador, do Coletivo Artístico NIjinski, onde desenvolve trabalhos relativos a criação artísticas ligadas à temática da memória. Recebeu o Prêmio Funarte de Artes na Rua pelo espetáculo NIjinski: Para Dentro do coração de deus. Escreve sobre improvisação, artes participativas e composição em tempo real, tendo vistas as conexões entre as artes da cena (dança/teatro/performance) e o Roleplaying Game. Também trabalha com treinamento de artes marciais para a dança. Atua principalmente nas seguintes áreas: teatro e dança, poéticas experimentais em dança, roleplaying game, filosofia e arte. Além disso possui publicações em diversas áreas, tais como: Artes do corpo, ensaios filosóficos, dança, teatro, performance, artes marciais, educação ambiental e jogos de RPG. Também possui experiência como editor de textos acadêmicos para anais científicos, bem como possui prática em orientação de trabalhos de conclusão de curso de especialização e graduação. Foi professor da Faculdade de Artes do Paraná (Unespar Campus II – FAP) entre Abril de 2019 e Março de 2021.

sConcordo com a utilização dos meus dados pessoais coletados no presente formulário, para a finalidade de identificar minha solicitação e receber retorno do Grupo Marista, de acordo com a Política de Privacidade e Proteção de Dados.sQuero receber conteúdos exclusivos e ofertas personalizadas do Grupo Marista, de acordo com a Política de Privacidade e Proteção de Dados.

Escola de Belas Artes

Conheça a Escola
Cidade / Câmpus

Curitiba - Câmpus Curitiba

Modalidade

Semipresencial

Duração

64 horas

Valor do curso

R$ 1000,00

Status

Inscrições abertas