PUCPR

Sub Menu contents

Contato

Decano da Escola de Educação e Humanidades
Prof. Dr. Kleber Bez Birolo Candiotto

Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação Stricto Sensu
Prof.ª Dr.ª Patricia Lupion Torres

Secretaria:
Tel.: (41) 3271-1655
Fax: (41) 3271-1370
E-mail: secretaria.ppge@pucpr.br

Endereço: Rua Imaculada Conceição, 1155 - Bloco CTCH - Prado Velho - Curitiba/PR CEP: 80215-901

Seminário de Pesquisa I - Tendências na Pesquisa em Educação

Disciplina:

Carga Horária: 45 horas
Seminário de Pesquisa I: Tendências na Pesquisa em Educação
Professora Doutora:
Pura Lucia Oliver Martins
Neuza Bertoni Pinto
Ementa:
Correntes educacionais e pesquisa em Educação. Abordagens empírico-analítica, fenomenológica-hermenêutica e crítico-dialética: pressupostos teórico-epistemológicos, visão de homem, mundo, sociedade, educação; concepção de realidade, de ciência e critério de cientificidade; a questão da quantidade e qualidade. Trajetória histórica e fundamentos teóricos da pesquisa qualitativa. Tipos, características e planejamento da pesquisa qualitativa. Técnicas de coleta de dados qualitativos: observação, entrevista, análise documental, grupo focal, vídeo, fotografia, história de vida, diários.
Objetivos:
GERAL;
Tomando como objeto de estudo a pesquisa em Educação, a partir das pesquisas educacionais realizadas nos programas de pós-graduação local, nacional e internacional, realizar uma análise critica da pesquisa em Educação explicitando seus pressupostos teórico-epistemológicos, instâncias  operacionais e impacto sobre as práticas escolares.
ESPECÍFICOS:
1. A partir da análise de pesquisas educacionais realizadas em programas de pós-graduação local, nacional e internacional, discutir os componentes operacionais das técnicas de pesquisa utilizadas e sua relação com os pressupostos epistemológicos dos métodos no contexto das teorias que os fundamentam;
2.A partir da caracterização e problematização dos pré-projetos de pesquisa dos mestrandos, analisar seu quadro teórico explicitando os pressupostos teórico-epistemológicos e as instâncias operacionais necessárias para sua viabilização;
Conteúdo Programático:
Metodologia:
Horas:
 
  1. A pesquisa na educação brasileira: tendências e impactos sobre as práticas escolares.
  2. Pesquisa Quantitativa e Qualitativa
2.1- O método nas ciências naturais: pressupostos filosóficos, a pesquisa científica, a ciência e outras formas de conhecimento;
2.2- O método nas ciências sociais: pressupostos filosóficos, o paradigma qualitativo, avanços e perspectivas
2.3- Histórico da pesquisa em relação ao dilema quantidade/qualidade.
  1. Propostas empírico-analítica, fenomenológica-hermenêutica , crítico-dialética:
pressupostos teórico-epistemológicos, visão de homem, mundo, sociedade, educação; concepção de realidade, de ciência e critério de cientificidade
  1. Raízes históricas e fundamentos da    abordagem qualitativa;
  2. Características, tipos e planejamento de Pesquisas Qualitativas;
  3. Técnicas de coleta de dados qualitativas
O processo metodológico envolve quatro momentos fundamentais e intimamente relacionados, quais sejam: a) caracterização e problematização dos pré-projetos de pesquisa dos participantes; b) explicação da prática da pesquisa em educação mediatizada por um referencial teórico; c) compreensão da pesquisa em educação no nível da totalidade, explicitando seus fundamentos teórico-epistemológicos;
d) planejamento e execução de procedimentos de coleta, organização, análise e interpretação de dados na abordagem qualitativa.
e) Elaboração de texto fundamentando a opção metodológica e procedimentos de pesquisa dos projetos de cada participante.
 
Avaliação:
 
A avaliação será realizada durante o processo, tomando como critério a capacidade de problematização, explicação e proposição de alternativas para a prática da pesquisa em educação, a partir das reflexões que serão realizadas no decorrer da disciplina. Inclui uma auto-avaliação e a elaboração de um texto fundamentando a opção metodológica e procedimentos de pesquisa dos projetos de cada participante.
 
Referências Bibliográficas:
1. ALMEIDA, J.F. e PINTO J.M. A investigação nas Ciências Sociais. Lisboa: Guide-Artes Gráficas ltda: 1995
2. ALVES, J. A e GEWANDSZNAJDER, F. O método nas Ciências Naturais e Sociais. Pesquisa quantitativa e qualitativa. 2 ed. São Paulo, Pioneira Thompson Learning, 2001, 3. ALVES, A. J. O Planejamento de Pesquisas Qualitativas em Educação. In: Cadernos de Pesquisa. São Paulo ( 77) : 53-61, maio 1991.     
4. ANDRÉ, M. E. D. Etnografia da Prática Escolar. São Paulo, Papirus, 1995.
5. ANDRÉ, M. E. D. Texto, contexto e significados- algumas questões na análise de dados qualitativos. In: Cadernos de Pesquisa. n. 45. Maio, 1983, p. 67-71.
6. ANDRÉ, M. E. D. Estudo de caso em Pesquisa e Avaliação Educacional. Brasília: Líber Livro Editora, 2005. ( Série Pesquisa; vol. 13). 
7. BOGDAN, R. e BIKLEN, S. Investigação qualitativa em Educação. Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto, Porto Editora, 1994.
8. BRANDÃO, C.R. A pergunta a várias mãos: a experiência da pesquisa no trabalho do educador. São Paulo, Cortez Editora, 2003.
9. BELLO, Ângela Ales. Introdução à fenomenologia. Bauru/SP:: EDUSC, 2006.
10. DEMARTINI, Z.B.F. Histórias de vida na abordagem dos problemas educacionais. In:SINSON, O.M. ( org.). Experimentos de história de vida ( Itália/Brasil) . São Paulo: Vértice, Editora Revista dos Tribunais, 1988, pp. 44-71.
11. DUARTE, R.Pesquisa qualitativa: reflexões sobre o trabalho de campo. Caderno de  Pesquisa., Mar 2002, no.115, p.139-154.
12. FARIA FILHO, L. M; VIDAL, D.G. A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação. In: Educação e Pesquisa. FEUSP/SP:v.30, n.1, p.139-159, jan/abr. 2004.
13. FRANCO, M.L.P.B. Análise de Conteúdo. Brasília: Plano Editora, 2003. ( Série Pesquisa em educação. Vol. 6). 
14. GATTI, Bernadete Angelina. A construção da Pesquisa em Educação no Brasil, Brasília, Editora Plano, 2002.
15. GATTI, Bernadete Angelina. Grupo Focal na pesquisa em Ciências Sociais e Humanas. Série Pesquisa em Educação, Brasília, Líber Livro 2005
16. GATTI, B. Pesquisar em Educação: considerações sobre alguns pontos- chave. Revista Diálogo Educacional, (19): 25-35, set/dez/2006
17.GERALDI, C.M.G.; C.M.G.: FIORENTINI,D.; PEREIRA, E.M. de A. ( Orgs.). Cartografias do trabalho docente . Professor(a) Pesquisador (a). Campinas, SP: Mercado das Letras: Associação de Leituras do Brasil- ALB, 1998.
18. CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. 6 ed. São Paulo, Cortez Editora, 2003. (Série Pesquisa em Educação, n. 1)
19. FRIGOTTO, G. O enfoque a dialética materialista histórica na pesquisa educacional. In: FAZENDA, Ivani (org). Metodologia da Pesquisa Educacional. São Paulo, Cortez, 1994 --- ed. Pp.69-90.
20. GAMBOA, Silvio A. S. A dialética na pesquisa em Educação: elementos de contexto. In:
FAZENDA, Ivani (org). Metodologia da Pesquisa Educacional. São Paulo, Cortez, 1994 --- ed. Pp.91-115.
21. LÜDKE, Menga and Cruz, Giseli Barreto da Aproximando universidade e escola de educação básica pela pesquisa. Caderno de  Pesquisa., Maio 2005, vol.35, no.125, p.81-109.
22. LÜDKE, Menga. Pesquisa e formatação docente. Caderno de Pesquisa., Maio 2005, vol.35, no.125, p.11-12.
23. LÜDKE, Menga e ANDRÉ, Marli. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo, E.P.U, 1986
24. MAZZOTTI, A.J.A. e GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2.a ed. São Paulo, Pioneira e Thomson Leraning, 1999.
25. PARAISO, M.A. Pesquisas pós-críticas em educação no Brasil: esboço de um mapaCaderno de Pesquisa. v.34 n.122 São Paulo maio/ago. 2004
26. PEREIRA, L. R. e VIERIA, M.L. Fazer pesquisa é um problema? Belo Horizonte, Lápis Lazúli, 2000
27. PIMENTEL, A. O método de análise documental: seu uso numa pesquisa educacional. In: Cadernos de Pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2001, n° 114, pp.179-195.
28. PINSKI, C. B. ( org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2005.  
29. SANTOS FILHO, J.C. e GAMBOA, S.S. (org.) Pesquisa educacional:
quantidade-qualidade. São Paulo, Cortez, 1995 (Questões da nossa época; v. 42)
30. SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo, Cortez Editora, 2002, 22a. edição revisada e ampliada.
31. SEVERINO, A. J. A pesquisa em educação: abordagem crítico-dialética e suas implicações na formação do educador. Revista Educação da Universidade do Vale do Itajaí. Ano 1, n. 1, jan/junho 2001.
32. SILVEIRA, R.M.H. A entrevista em educação- uma arena de significados. In: COSTA, M.V. ( orgs.). Caminhos investigativos II: outros modos de pensar e fazer pesquisa em educação. Rio de Janeiro, DP&A, 2002, pp.119-141.
33. SINSON, O.V. Som e imagem na pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. In: Pedagogia da Imagem. Imagem da pedagogia. Anais do Seminário. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, Faculdade de Educação, 1996.  
34. THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo, Cortez Deditora e Autores Associados, 1985.
35. TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo, Atlas, 1987.
36. VIANA, H. M. Pesquisa em Educação: a observação. Brasília: Plano Editora, 2003. ( Série Pesquisa em Educação. Vol. 5).
37. VIEIRA PINTO, Álvaro. Ciência e Existência: problemas epistemológicos da pesquisa. Rio de Janeiro, Paz e Terraq: 1985.
38. WACHOWCZ, Lílian Anna. A dialética na pesquisa em educação. In: Diálogo Educacional. Revista do Programa de Pós Graduação em Educação da PUCPR, Curitiba, Champagnat, v. 2 no. 3, janiro/junho 2001. pp. 175-185
39. ZAGO, Nadir, CARVALHO, M.P. de e VILELA, R. A T. (org.) Itinerário de Pesquisa: perspectivas qualitativas em Sociologia da Educação. Rio de Janeiro, D.P.&A, 2003.


Notícia cadastrada em: 11/07/2011

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba