PUCPR

Sub Menu contents
Carregando..

Professor ministra palestra sobre riscos geotécnicos na Universidade Federal do Espírito Santo

Fabio Teodoro de Souza é responsável por pesquisa que comprova que é possível prever deslizamento de terra

Fabio Teodoro de Souza, professor do Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana (PPGTU) da Escola de Arquitetura e Design e do curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica da PUCPR, foi convidado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) para ministrar palestra sobre na área de riscos geotécnicos.

Com o título “Predição de Escorregamentos Induzidos por Fortes Chuvas nas Encostas do Município do Rio de Janeiro e Predição de Movimentos de Massa Induzidos por Abalos Sísmicos em Sichuan (China)”, o evento será no dia 28 de junho, às 9h.

Deslizamento de terra - Fabio Teodoro de Souza é responsável por pesquisa que conclui que é possível prever deslizamentos de terra, utilizando dados históricos de deslizamentos, índices pluviométricos e características do solo. A pesquisa resultou na construção de um modelo computacional capaz de predizer a ocorrência desses acidentes. Este modelo é alimentado pelas informações disponíveis e auxilia o sistema de alerta existente.

A pesquisa utilizou o banco de dados de parâmetros geotécnicos e meteorológicos da cidade do Rio de Janeiro, entre 1998 e 2001. Segundo o pesquisador, a cidade possui características físicas favoráveis ao desenvolvimento de escorregamentos em encostas. O relevo acidentado e a ocupação das áreas de encostas pela população desconfiguram o meio natural que se torna suscetível aos escorregamentos durante a ocorrência de chuvas intensas.

A implementação dos modelos propostos, construídos com técnicas de mineração de dados, manipula os dados relacionados aos acidentes geotécnicos de forma automática, gerando relatórios de análise em tempo real e contribuindo com informações úteis para o processo de tomada de decisão.

Assim, o modelo computacional pode ser um aliado das equipes de Defesa Civil e orientar políticas públicas que evitem a ocupação de áreas vulneráveis. Os modelos foram validados em dados reais e com acurácia extremamente alta, sempre maior que 90%.

O estudo foi publicado no International Journal Geotechnical and Geological Engineering. O artigo pode ser conferido aqui.



Publicado em: 20/06/2012Página Anterior



Notícias Relacionadas:

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba