PUCPR

Sub Menu contents

Alunos da PUCPR são aprovados no Programa Ciência sem Fronteiras

Universidade parabenizou os estudantes que concorreram com candidatos de todo o Brasil no processo de seleção

A pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da PUCPR parabenizou no dia 22 de junho com um café da manhã os oito alunos da PUCPR aprovados no Programa Ciência sem Fronteiras. Após esta data, outros três alunos foram aprovados no edital da Austrália. No evento, os estudantes com os seus pais e orientadores de pesquisa de iniciação científica, foram recepcionados pelo reitor da PUCPR, Clemente Ivo Juliatto, o vice-reitor, Paulo Mussi, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Waldemiro Gremski, o pró-reitor Acadêmico, Eduardo Damião, além de toda a equipe envolvida no projeto, entre eles o diretor de Relações Externas, Álvaro Amarante, a coordenadora dos Programas de Iniciação Científica, Cleybe Vieira, a coordenadora do Núcleo de Intercâmbio e Cooperação Internacional, Anelise Seleme Zandoná Hofmann.

O reitor da PUCPR, Clemente Ivo Juliatto, no café da manhã em homenagem aos alunos que participam do Ciência sem FronteirasOs estudantes aprovados no programa do Governo Federal, organizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), irão desenvolver pesquisas em universidades dos EUA, Alemanha, Holanda e França com bolsa que irá custear as despesas de alimentação, moradia, curso de idioma, a mensalidade da instituição e passagens áreas. Os participantes irão embarcar no mês de junho e julho, e devem permanecer por um período de seis meses a um ano. A PUCPR já conta com outros 13 alunos que estão no exterior pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

Participam da seleção do programa, que deve ter continuidade até 2014, alunos de instituições de ensino superior de todo o Brasil. Ao todo, serão ofertadas cerca de 27 mil bolsas para alunos de graduação. Outras 48 mil são destinadas a pesquisas de Pós-Graduação Stricto Sensu.

O reitor da PUCPR desejou sucesso aos estudantes e lembrou a importância da iniciativa para o crescimento do país. “Não importa qual o destino, conhecer outras realidades sempre é uma ótima oportunidade. Por experiência, esta é uma chance que vale a pena, tanto para a educação quanto para o amadurecimento pessoal”, completou.

As etapas que os alunos superaram para conquistar a bolsa abriu a fala do pró-reitor Waldemiro Gremski. Ele ressaltou que para alcançar os objetivos no programa é preciso mais do que talento. “Os acadêmicos devem superar várias outras barreiras como o idioma, a concorrência nacional, a escolha da universidade de destino”, elencou. Também ressaltou que hoje, além das fronteiras geográficas, não existem outras barreiras no mundo e as universidades devem adotar isto com toda a força. “Temos que entender que a sala de aula é fundamental, mas é necessário ir além”, disse.

Alunos aprovados com os coordenadores, diretores e pró-reitores da UniversidadeA responsabilidade destes estudantes também foi ressaltada pelo pró-reitor. “Existe a obrigação de, quando voltarem, retribuir esta oportunidade ao nosso Brasil na área de educação, da política, na administração, na infraestrutura, entre outras. Desejamos absoluto êxito nesta jornada e lembramos que podem contar conosco sempre para qualquer necessidade que nós, da universidade, possamos ajudar”, completou.

A coordenadora dos Programas de Iniciação Científica da PUCPR, Cleybe Vieira, explicou como funciona o Ciência sem Fronteiras e enumerou o perfil dos alunos que participam do programa. “Eles realmente têm um diferencial. O perfil é empreendedor, pró-ativo e estes jovens têm uma responsabilidade muito grande para a história deste país”, pronunciou.

Anelise Seleme Zandoná Hofmann lembrou todo o processo para colocar o programa em prática. “É um dia muito especial que me faz lembrar por que faço o que faço. Sabemos que todos os alunos que estão aqui vão longe e estamos batalhando a cada dia para dividir as conquistas com todos”, finalizou.

Um dos alunos que irão participar, André Mendes, de Engenharia de Controle e Automação, agradeceu a todos os envolvidos da universidade pelo apoio no processo. “A seleção foi difícil e a PUPR deu apoio com informações, orientações. Tivemos muita atenção do departamento de pesquisa e de intercâmbio. Graças a isto estamos aqui hoje”. Ele agradeceu também ao orientador de iniciação científica e aos seus familiares.

Participantes - os alunos contemplados são Allan Adley Amorim, do curso de Engenharia Elétrica, Ana Paula Rebelo, de Medicina Veterinária, Filipe Sant'' Ana, de Engenharia Mecânica, André Mendes, de Engenharia de Controle e Automação, Eduardo Moreira Martelli e Mateus Luvizotto, de Medicina, Aline de Fatima Lapchensk, de Arquitetura e Urbanismo, Sabrina Xavier Haj Mussi, do curso de Design, Ciro Albuquerque, do curso de Fisioterapia, Giullia Ulrich Kurt, do curso de Engenharia de Produção, e Renata Antunes, do curso de Arquitetura e Urbanismo.






Publicado em: 20/06/2012Página Anterior



Notícias Relacionadas:

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba