PUCPR

Sub Menu contents

Livro sobre misoginia no impeachment conta com participação de estudante e professora da PUCPR

A obra Mídia, Misoginia e Golpe - lançada neste mês de forma alusiva às discussões do Dia da Mulher - contou com uma entrevista realizada pela estudante Taís Coutinho Arruda, sob orientação da professora Criselli Montipó, do curso de Jornalismo da PUCPR. O livro, organizado por Elen Cristina Geraldes, Tânia Regina Oliveira Ramos, Juliano Domingues da Silva, Liliane Maria Macedo Machado e Vanessa Negrini, integra uma parceria entre o Laboratório de Políticas de Comunicação – LaPCom, do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília – FAC/UnB, e do Grupo de Trabalho Políticas e Estratégias de Comunicação da Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

A coletânea reúne 53 entrevistas realizadas por pesquisadoras e pesquisadores de todo o Brasil, com personalidades acadêmicas e políticas, convidadas a responder se houve participação da mídia no processo de impeachment. Os entrevistados opinaram sobre ter sido um processo misógino, entre outras questões. O professor Emerson Urizzi Cervi, da UFPR, foi o entrevistado de Taís e Criselli. Cervi é jornalista, doutor em Ciência Política e professor dos programas de pós-graduação em Ciência Política (PPGCP) e em Comunicação (PPGCOM) da UFPR.

“Convidei a Taís para enviar uma proposta de entrevista para o livro devido à relevância de tratarmos de temas como este. A mídia e a academia têm grande responsabilidade de discutir sobre misoginia. Como a orientei em sua monografia da graduação sobre a representação feminina no jornalismo, tínhamos aí duas questões-chaves para o debate. Foi então que decidimos entrevistar o professor Emerson, autor de obras sobre eleições e agenda da mídia durante o período eleitoral”, ressalta a professora Criselli.

“Acho extremamente importante discutir a misoginia dentro da academia, principalmente agora que o feminismo assumiu uma parte importante do debate público. Este foi o motivo de ter aceitado o convite da professora Criselli: as iniciativas que colocam a questão feminina em pauta devem receber todo o apoio possível”, opina Taís.

Taís Coutinho Arruda é estudante de Jornalismo da PUCPR, participante do programa de Dupla Diplomação com a Universidade de Vic (UVic-UCC), na Catalunha. Sua pesquisa monográfica abordou a representação feminina nos portais de notícias Gazeta do Povo e La Vanguardia. A professora Criselli Montipó é doutoranda e mestre em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua, entre outros, na orientação de monografias e produtos jornalísticos no curso de Jornalismo da PUCPR. Suas pesquisas têm como foco narrativa jornalística, cidadania e direitos humanos.

O ebook Mídia, Misoginia e Golpe pode ser acessado aqui.




Publicado em: 29/03/2017Página Anterior



Notícias Relacionadas:

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba