PUCPR

Sub Menu contents

Curso de Jornalismo da PUCPR produz conteúdo sobre escravidão no Brasil

Material foi pensado para a campanha #MyFreedomDay, do canal de notícias CNN, e está disponível nas redes sociais da Rede Comunicare

Cerca de 21 milhões de pessoas são mantidas como escravos modernos em todo o mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Um quarto deste total é formado por crianças. Para disseminar informações sobre este assunto, bem como celebrar a liberdade, o curso de Jornalismo da PUCPR se juntou a outras instituições no projeto #MyFreedomDay, do canal de notícias norte-americano CNN.

Estudantes, com a orientação de professores do curso, levantaram e checaram dados sobre a escravidão no Brasil, e produziram listas de informações para postagem nas redes sociais da Rede Comunicare, o conjunto de veículos laboratoriais do curso.

Além de textos, os estudantes também produziram vídeos com depoimentos e making of do trabalho de apuração. Segundo o coordenador do curso de Jornalismo da PUCPR, professor Julius Nunes, a ideia foi contribuir para a divulgação das informações sobre escravidão e mostrar o engajamento dos futuros jornalistas nesta temática social tão importante. “Precisamos ter consciência do nosso papel como jornalistas, e temos a obrigação de ajudar a sociedade, de pensar um mundo melhor.  Ao produzirmos materiais para esta campanha, sobre escravidão, além de informar estamos provocando discussões sobre o assunto, que nem sempre está na mídia”.

A ideia do formato, posts para redes sociais com listas, foi da professora Criselli Montipó, que trabalha com jornalismo investigativo. "Para esta ação do #Myfreedomday sugeri que os estudantes produzissem uma lista de fatos contemporâneos sobre a escravidão brasileira, desconhecidos da população. Afinal, a maioria das postagens em forma de listas abordam temas amenos. Então, para subverter essa prática, construímos uma lista que discute um tema complexo: sensibiliza para a escravidão ao mesmo tempo em que faz o estudante exercitar o fact-checking de dados públicos como método de apuração", destaca.

Na PUCPR o projeto contou com a participação de cerca de 30 estudantes de Jornalismo, de diferentes períodos, e de 8 professores. O #MyFreedomDay é um projeto da CNN em parceria com a Fundação The Essam and Dalal Obaid (EDOF).

Para conferir o conteúdo produzido, acesse @RedeComunicare no Facebook, Instagram e Twitter.



Publicado em: 14/03/2017Página Anterior



Notícias Relacionadas:

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba