PUCPR

Sub Menu contents

Contatos

Telefones:

(41) 3271-5987

E-mail: coral@pucpr.br

Os contatos para apresentações deverão ser realizados com um mês de antecedência através de ofício encaminhado ao Núcleo de Assuntos Culturais ou ao Coral Champagnat.

Ensaios

Dias: terças e quintas, das 16h às 18h.

Local: Salão Nobre do Hospital Nossa Senhora da Luz - 1º andar do Pavilhão André de Barros.

Endereço: Av. Mal. Floriano Peixoto Nº 2509, esquina com Rua Conselheiro Dantas - Bairro Rebouças.


Concerto - 30 Anos de Fundação

Regência: Rosemeri Paese e Direção de Luciano Oro

No ano em que completa 30 anos de atividades, o Coral Champagnat-PUCPR homenageia a arte do canto coral, apresentando obras representativas de diversas fases da história da música vocal. Através do canto gregoriano, vicenciamos os primeiros passos da música ocidental: São Gregório Magno, Papa de 590 a 604 coordenou os cantos litúrgicos que Santo Ambrósio introduziu em sua diocese no ano de 300 , no livro chamado Antifonário. Em virtude de seu nome, o canto cristão passou a se chamar canto gregoriano, que se caracteriza por uma melodia, sem acompanhamento, com textos da liturgia católica.

Entre a Idade Média e a Renascença a composição vocal passa por grandes transformações com o surgimento do contraponto, técnica que utiliza várias melodias interpretadas ao mesmo tempo que resultam num belíssimo efeito, que representamos através do compositor Janequin.

A música colonial brasileira possui inúmeros compositores, reconhecidos internacionalmente, destacando-se o nome de José Maurício, cujo moteto intepretamos neste programa.

Uma forma de música vocal que é tradicional nos programas de corais é o negro spiritual, canção folclórica dos negros norte-americanos, de caráter religioso, com textos usualmente adaptados da Bíblia e que em nosso programa aparece com a adaptação do Salmo 23. A música do período romântico está representada pelo compositor alemão Johannes Brahms e o compositor russo Sergei Rachmaninoff. A presença de Giuseppe Verdi através do Coro da Ópera "Aida" enfatiza esta forma musical tão rica pela utilização dos elementos teatrais e musicais de maneira genial, representando a união das artes.

A música grega também é apresentada através de um de seus maiores compositores, Manos Hadzidákis. A música contemporânea se faz presente pela genial composição de José Penalva, um ilustre representante da classe de compositores paranaenses.

Finalizamos nossa apresentação interpretando algumas pérolas da música popular brasileira, esta música que traz para o canto coral toda a expressividade de melodia, harmonia e ritmo repletos de riqueza e diversidade.

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba