PUCPR

Sub Menu contents
Carregando..

Contato

Atendimento

Seg a sex: das 8h às 12h e das 13h às 17h30

Telefones: (41) 3222-5193 / 3323-6610

Endereço: Rua XV de Novembro, n.º 1050
CEP: 80.060-000 - Curitiba - PR

E-mail: circulo.bandeirantes@pucpr.br

Apresentação

O Círculo de Estudos Bandeirantes

A sabedoria popular ensina-nos que “o futuro a Deus pertence”. E esta é uma lição verdadeira. Ao contemplar a longa e bonita história do Círculo de Estudos Bandeirantes, percebemos mais uma vez o quanto as sementes dos sonhos e idealismos humanos, quando regadas sob a fonte luminosa da fé, transformam-se em frutos grandiosos nas mãos generosas e providentes de Deus.

Foi isso o que aconteceu em 1929, quando um grupo de intelectuais paranaenses, a maioria de Curitiba, com grandes e louváveis ambições, lançou a semente dessa instituição cultural. Entre esses distintos intelectuais, estavam: Antonio Rodrigues de Paula, Benedito Nicolau dos Santos, Bento Munhoz da Rocha Neto, um jovem intelectual, grande nome do Paraná; Carlos Augusto de Brito Pereira; José Farani Mansur Guérios; Padre Luis Gonzaga Miele; José Loureiro Fernandes; José de Sá Nunes; Liguarú Espírito Santo; Pedro Ribeiro Macedo da Costa e Waldomiro Augusto Teixeira de Freitas.

À época, o Círculo de Estudos Bandeirantes representava uma das poucas instituições de cultivo da cultura e da intelectualidade, seja em Curitiba ou mesmo no Estado do Paraná. Sem contar as escolas de ensino elementar e os ginásios de então, e considerando que o Estado não tinha ainda nenhuma escola superior, o Círculo tornou-se uma importante referência intelectual, cultural e mesmo moral. Nas palavras de seu idealizador, o padre lazarista Luís Gonzaga Miele, a criação desse círculo de estudos fazia frente à “necessidade imperativa de centralizar e conglomerar esforços e valores esparsos para todos participarem da permuta de ideias e intercâmbios do pensamento orientador das almas que se devem enrijar na escola do caráter inflexível, do dever e das responsabilidades sociais, face à anarquia reinante no mundo das inteligências”. Frente à moda intelectual modernista, que se caracteriza por uma atitude iconoclasta e devastadora dos valores tradicionais, o Círculo almejava “armar os seus sócios para a conquista pacífica da verdade” e assim o fez.

Mas, a mão providente de Deus não deixava de agir naquela semente plantada. Poucos anos depois de sua fundação, o Círculo de Estudos Bandeirantes contribuiu para fundar as duas mais importantes universidades de Curitiba: a Universidade Federal do Paraná, cedendo a Faculdade de Filosofia, fundada com inspiração no Círculo; e, depois, cedendo a Faculdade Católica de Filosofia, Ciências e Letras, que foi a origem da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, erigida em 1959.

O grupo dos jovens intelectuais que fundou o Círculo não poderia prever que seu gesto entusiasta de dedicação à causa da cultura e do pensamento fosse se transformar na “raiz geradora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná”, como afirma o Prof. Sebastião Ferrarini, em seu livro “Círculo de Estudos Bandeirantes - Documentado”. Assim, deitavam à terra uma pequena semente, sem terem a consciência da frondosa árvore de conhecimento e cultura que ela faria nascer.

E assim foi o Círculo por muito tempo, até 1986, quando passou a ser um órgão cultural da PUCPR. Desde então, o CEB e a PUCPR tem somado esforços em prol da cultura, do resgate da memória histórica do Paraná e do Brasil. O Círculo sempre foi o que continua a ser no presente. Um organismo agregador de talentos, de intelectuais, de pessoas preocupadas com a cultura, um valioso instrumento divulgador da cultura paranaense. Não é à toa que se chama “Círculo de Estudos”, porque é um lugar de estudos, de pesquisa, de busca do crescimento intelectual e cultural.

Clemente Ivo Juliatto

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ - PUCPR

Câmpus Curitiba | Câmpus Londrina | Câmpus Maringá | Câmpus São José dos Pinhais | Câmpus Toledo | Tecnólogos - Unidade Centro - Curitiba